Transposição é “uma teimosia descabida”

0

O deputado federal José Carlos Machado está entre os mais fortes opositores ao Projeto de Transposição das águas do rio São Francisco. Segundo o deputado, é importante que se realize a revitalização do rio e só depois, caso haja uma melhoria da situação, se pense na transposição.

 

“O ministro Ciro Gomes dividiu o rio em duas partes: de Sobradinho pra cima e de Sobradinho pra baixo. De Sobradinho pra cima não há problema nenhum. Ele disse que a única coisa que diferencia o rio de hoje do da época de Pedro Álvares Cabral é a qualidade da água. Nisso ele tem um pouco de razão”, explicou o deputado.

 

Segundo Machado, o Governo Federal pretende construir um outro rio, com um volume de transferência de água de cerca de 60 m3/s. Como explica o deputado, o volume transferido daria para abastecer uma cidade com 120 milhões de habitantes. Em termos comparativos, as cidades de Rio de Janeiro e São Paulo juntas.

 

“Isso é uma teimosia descabida, uma obra com graves problemas técnicos. Não há nada que justifique essa loucura”, disse ele.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais