Varejo não aumenta agora

0

Pelo menos até o final do mês, as grandes redes de varejo devem permanecer com as mesmas taxas de juros e prazos de pagamento, apesar da alta de meio ponto percentual da taxa Selic, anunciada pelo Banco Central. Já os bancos e financeiras não estipularam prazos para alterar taxas.

Além de observar o mercado e o comportamento da concorrência, o comércio está preocupado com a reação do consumir com a proximidade do Natal Sempre que há aumento da taxa Selic, há um recuo no consumo. As grandes redes acreditam que se houver um reajuste nos juros cobrados ao consumidor isso vai ocorrer somente em dezembro.

 

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais