Vistoria: Defesa Civil descarta riscos na ponte da Coroa do Meio

0
Defesa Civil atesta segurança da ponte Godofredo Diniz para pedestres e ciclistas (Foto: Marcelle Cristinne)

A Defesa Civil de Aracaju, órgão vinculado à Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania, após nova vistoria realizada nesta quarta-feira, 26, na ponte Godofredo Diniz, entre os bairros 13 de Julho e Coroa do Meio, reafirma que a estrutura não oferece riscos a quem transita pela via, refutando, com isso, a informação falsa divulgada em vídeo que está circulando na internet.

A ponte, inclusive, está passando por uma obra de manutenção realizada pela Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), a qual contempla todo o guarda-corpo e área do passeio. Coordenador da Defesa Civil de Aracaju, Silvio Prado ressalta que, paralelo a este trabalho, o órgão vistoria a estrutura periodicamente.

“Devido a um vídeo que vem circulando nas redes sociais, o Ministério Público de Sergipe recomendou uma nova vistoria na área de guarda-corpo da ponte para verificar se existe algum tipo de risco para as pessoas. Viemos fazer essa vistoria, que já é uma demanda da Defesa Civil junto à Emurb, que está fazendo no momento a recuperação do guarda-corpo. Existem algumas pendências em relação a algumas grades que foram retiradas para recuperação e posterior recolocação, por isso também viemos fazer essa vistoria e atestamos que não existe risco para quem transita aqui na ponte”, explica Silvio.

O coordenador garante que as pessoas podem transitar no local sem preocupação com possíveis riscos e que as ações de vistoria continuarão sendo realizadas periodicamente até a conclusão da obra de recuperação, que tem sido feita seguindo os protocolos de segurança tanto para os trabalhadores como para os pedestres e ciclistas que trafegam pela ponte.

Recuperação
A Emurb destaca que a recuperação do guarda-corpo da ponte Godofredo Diniz está sendo executada seguindo todas as normas técnicas que esse tipo de serviço demanda, para garantir aos usuários uma travessia cômoda e segura pelo local. Por estar localizada em uma área sujeita a corrosão devido à maresia, desde o final de dezembro do ano passado o órgão está realizando a manutenção preventiva da ponte.

Nesse momento, os serviços estão concentrados na pintura e revitalização do guarda-corpo, com recuperação das partes danificadas da estrutura metálica, que oferecia risco de acidentes pelo elevado desgaste e perda de peças da proteção lateral.

A pintura segue um rígido procedimento técnico, semelhante ao realizado nas plataformas de exploração de petróleo: antes da pintura definitiva, é feito um trabalho de remoção do material oxidado por meio de lixamento e aplicada uma base de primer para proteger a pintura. Assim que for concluída a recuperação do guarda-corpo, o passeio em toda a extensão da ponte será recuperado.

Fake news
Esta não é a primeira vez que circulam na internet notícias falsas sobre a ponte Godofredo Diniz, um dos equipamentos urbanos que a Prefeitura de Aracaju monitora de maneira permanente. Em meados de 2019, informações falsas alardearam a população sobre um suposto risco para quem transitava pela ponte.

Para tranquilizar os aracajuanos e atestar a segurança da ponte, a Emurb contratou o Laboratório de Sistemas Estruturais, uma das poucas empresas do país especializada em análise estrutural de pontes, a qual realizou testes de resistência, análises das condições estáticas e atestou as condições favoráveis à trafegabilidade e à integridade estrutural da ponte. O laudo apontou tão somente fissuras devido à ação do tempo e algumas patologias.

Além disso, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe emitiu nota técnica esclarecendo que após a vistoria realizada na ponte e análise dos laudos contratados pela Emurb, constatou que não há nenhum indício de risco iminente de colapso da estrutura.

Fonte: AAN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais