A turma dos “quitutes”

0

Às cinco da tarde, a servente Maria José Néris aguarda o carro da prefeitura para levá-la para o Forró Siri. O horário que a leva tão cedo a festa é a sua obrigação, ou melhor, ofício. Com uma equipe que totaliza cerca de 20 pessoas, entre garçons e o pessoal de apoio, essa é a galera dos quitutes, na qual se inclui D. Maria José. Embora todos os alimentos do buffet venham dos povoados para o camarote, esse pessoal de apoio chega cedo para organizar a cozinha, cortar os bolos, dobrar guardanapos, arrumar as bandejas que ornamentam a mesa, assim como encher os copos de bebidas e comandar os garçons na hora de servir. “Há dois meses estou trabalhando para esse evento e estou adorando, porque é divertido e a equipe é unida mesmo!”, afirma Maria. Todos os anos alguns funcionários da prefeitura de Socorro são escalados para trabalhar em eventos como esse, onde recebem uma renda extra e por serem da casa dão um brilho importante nos eventos pela dedicação demonstrada. Autimira Menezes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais