Caravana Luiz Gonzaga percorrerá escolas onze escolas

0
Caravana percorerrá 11 escolas públicas de Sergipe

Deixar o sertão, a música e os costumes entrarem na escola através da obra e vida do sanfoneiro que conquistou o país. Este é o objetivo do projeto 'Caravana Luiz Gonzaga Vai à Escola', aprovado pelo Funarte e promovido pela Ação Cultural, que levará a obra do forrozeiro para onze escolas públicas dos municípios de Aracaju, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão. E está quase tudo pronto para a Caravana começar a circular. O lançamento acontecerá no dia 31 de agosto, a partir das 19h, na Museu da Gente Sergipana.

Durante o projeto, que acontece de Setembro a Dezembro de 2012, a obra de Luiz Gonzaga estará disseminada através de exposição de fotos, palestra, apresentações musicais e de dança. A professora Fátima Viana que colaborou na articulação junto a três escolas, afirmou que a Caravana Luiz Gonzaga é um grande exemplo para todos.

“É um bom exemplo de projeto voltado para o incentivo da cultura e do que temos de melhor para oferecer na educação. Ele trabalha em parceria com as escolas que já desenvolvem projetos culturais e não hesitei em dar a minha contribuição divulgando o projeto nas escolas, preenchendo os formulários e, com bastante entusiasmo, falando da importância para os nossos alunos”. Fátima destaca ainda a importância de dar acesso à bens culturais e dessa forma “diminuir o poder da cultura de massa, tão enraizada nos nossos educandos”.

Caravana

Apesar do projeto só ter conseguido recurso nesse ano, a idéia de trabalhar com Luiz Gonzaga vem sendo embalada há algum tempo. Zezito Oliveira, idealizador do projeto, já havia coordenado em 2008 e 2009 uma semana cultural em homenagem ao sanfoneiro pernambucano. A iniciativa se deu na época em que era gestor do Complexo Cultural Gonzagão.

“É fato que, já na época, a nossa intenção era ir mais além, prosseguir a realização da Semana Luiz Gonzaga no mês de agosto e levar a programação até as escolas públicas, todavia, isto foi impedido por causa da insuficiência de recursos financeiros”, disse o Zezito que comemora também o primeiro prêmio nacional conseguido pela Organização na qual elabora projetos e atua como produtor cultural, a Ação Cultural.

“A comissão escolheu o nosso projeto junto com os pouco mais de vinte, dentro de um universo de quase seiscentos projetos inscritos na seleção nacional do prêmio Funarte – Centenário Luiz Gonzaga”.

Participação

E para honrar musicalmente o centenário do ‘Velho Lua’, a banda Casaca de Couro com mais de 14 anos de estrada ficou com a difícil tarefa de bolar um repertório representativo de várias fases do sanfoneiro. Uma boa mostra para ser apresentadas aos estudantes.

“Buscamos incluir músicas que são sucessos até hoje, como Asa Branca e a volta da Asa Banca, consideradas hinos, além de músicas que não são tão conhecidas, a exemplo da música Lula meu filho que retrata, de forma carinhosa, o conselho de Januário na preservação do xote, xaxado e baião”, afirmou Joaquim Antônio responsável pela parte musical do projeto.

O grupo também entrará com uma proposta cênica em suas apresentações. “A Casaca também está preparando um figurino especial que mostre a saga do Mestre Lua que tão bem retratou a música nordestina”, conta Joaquim Antônio.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Comentários