Curta-SE lança programação oficial

0

Amanhã, 31 de março, às 19 horas, na Sociedade Semear, a organização do Festival Luso-Brasileiro de Curtas Metragens de Sergipe (Curta-SE 5) estará lançando a programação da quinta edição do evento que acontece de 27 de abril a 1º de maio.

Segundo o organização mais de 200 filmes em vídeo e nos formatos 16 e 35 mm  foram inscritos para as mostras competitivas e informativas. Este ano a participação portuguesa aumentou. Foram 12 trabalhos inscritos, o dobro do ano passado.  Os número de vídeos sergipanos também cresceu. Nesta quinta edição foram 10 filmes concorrendo uma vaga na mostra do Curta-SE 5. A lista dos 45 curtas classificados será divulgada no início de abril.

Ao todo foram inscritos para participar das mostras 136 trabalhos na categoria Vídeo; 39 na categoria 35 mm; e 17 na de 16 mm. Foram ainda enviados 23 filmes com mais de 15 min queforam desclassificados, exatamente por excederem o tempo determinado pelo regulamento doCurta-SE 2005. Quanto aos longas-metragens, já estão confirmados os brasileiros Peões” (RJ), “Entreatos” (SP), “Quase Dois Irmãos” (RJ) e “Nina” (SP), e o português “ A Costa dos urmúrios”, dirigido por Margarida Cardoso.

PAPEL SOCIAL
– Dando continuidade a parceria estabelecida em outras edições do evento, este ano o Curta-SE participará mais uma vez do programa do Governo Federal “Fome Zero”. Como nos anos anteriores cada ingresso das exibições realizadas no Cinemark Jardins (Aracaju) será trocado por 1 kg de alimento não-perecível.

Vale ressaltar que as crianças das escolas públicas também terão vez no Curta-SE 5. Elas irão poder participar do Festivalzinho, onde acontecerão sessões específicas de curtas infantis. Os estudantes da rede pública terão ainda 10 vagas gratuitas reservadas em duas oficinas: uma sobre edição não-linear e outra sobre criação de games.

Até o momento o Curta-SE 5 conta com o patrocínio da Petrobras e da Prefeitura de São Cristóvão, e com o apoio do Cinemark, Prefeitura de Aracaju, Ministério da Cultura, Insight Propaganda, Brasil Filmes, WG Produções e Banco do Nordeste.

Comentários