Funcap anuncia dois editais com recursos de R$ 6 milhões para Cultura

0
Verba deve contemplar mais de cinco mil artistas no estado. (Foto: Ascom/Funcapse)

O Governo do Estado, através da Fundação de Cultura e Arte Aperipê (Funcap), anuncia novas ações baseadas na Lei Aldir Blanc com o lançamento de dois editais nesta sexta-feira, 02, no valor de R$ 6 milhões.

Os interessados poderão efetuar as inscrições até 16 de outubro, por meio da página mapas.cultura.se.gov.br, onde serão ofertadas 287 vagas no “Prêmio para Produção e Exibição Cultural” e 358 vagas ao “Prêmio de Cultura Popular, Patrimônio Cultural e Economia Criativa”.

De acordo com a presidente da Funcap, Conceição Vieira, a iniciativa permitirá o fortalecimento do cenário cultural sergipano. “Tem sido meses de muito trabalho e inúmeros diálogos para que enfim, fosse possível chegar a este momento tão aguardado pelos trabalhadores da cultura. Inicialmente, serão 645 projetos e a expectativa é contemplar mais de cinco mil artistas permitindo o fortalecimento do cenário cultural sergipano. As chamadas públicas têm por objetivo um formato simplificado e abrangente, visando uma rápida execução. Vale ressaltar ainda que está previsto um montante de R$ 10 milhões voltados especificamente para a promoção de editais pela Lei Aldir Blanc”, explica.

O diretor de Políticas Culturais da Funcap, Fredson Santana, destaca a divulgação das próximas etapas. “Teremos várias frentes de atuação e os demais editais serão divulgados ainda no mês de outubro”, afirma.

Aplicação

O lançamento dos editais correspondem à aplicação das ações previstas no inciso III da Lei Aldir Blanc (Lei Nº 14.017, de 29 de junho de 2020), que determina medidas emergenciais de apoio ao setor cultural com a realização de editais, chamadas públicas, premiações na área da economia criativa e solidárias, bem como atividades artísticas e culturais que possam ser transmitidas pela internet ou disponibilizadas nas redes sociais, além do Rádio e TV. Em caso de programações semipresenciais e presenciais, ambas estarão baseadas em decretos estaduais vigentes, seguindo os protocolos sanitários de enfrentamento da COVID-19.

 

Fonte: Ascom/Funcapse

 

Comentários