Livro analisa influência do jornalismo sobre o cotidiano

0

Na noite desta terça-feira, dia 30, na sede da Sociedade Semear, o professor doutor Carlos Eduardo Franciscato, estará lançando o livro “A fabricação do presente: como o jornalismo reformulou a experiência do tempo nas sociedades ocidentais”, que sai pela Editora UFS. Franciscato é professor do curso de Comunicação Social da Universidade Federal de Sergipe.

 

O livro, por sua vez, é resultado da tese de doutorado defendida pelo professor, em 2003, na Universidade Federal da Bahia. Nela, o autor faz um balanço do jornalismo no século passado e analisa suas influências na forma como as pessoas enxergam o cotidiano. Segundo ele, a obra que está sendo lançada apresenta uma linguagem mais acessível, apesar de ainda conter os dados históricos e científicos sobre os quais o pesquisador fundamentou a tese.

 

O autor explica que o trabalho é voltado tanto para os profissionais da área, como para o público leigo. A obra do professor também aborda o uso das novas tecnologias na comunicação, a exemplo da internet. Em setembro o professor lança o livro nacionalmente, dentro do Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Intercom -, que acontece na cidade do Rio de Janeiro.

 

A solenidade de lançamento inicia às 21 horas. O endereço da Sociedade Semear é rua Vila Cristina, 148, bairro São José.

Comentários