NPD abre inscrições para oficina ministrada por cineastas nacionais

0
Com 23h de duração, as aulas iniciam no sábado, 23, ao ar livre (Foto: Funcaju)

Estão abertas as inscrições para a oficina “Laboratório de Imersão Criativa e Sensibilização Autoral para Cinema”, ministrada pelo diretor e roteirista, Bruno Ferreira Bezerra, mais conhecido como ‘Tião’, e a Nara Normande, que é uma referência da nova geração de cineastas do Brasil. Ambos são conhecidos por suas premiações em festivais renomados, a exemplo do Cannes.

O projeto é uma realização da Prefeitura de Aracaju, através do Núcleo de Produção Digital (NPD) Orlando Vieira, unidade vinculada à Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju). No total serão ofertadas 20 vagas para a oficina. Para se inscrever, basta acessar o link.

Com 23h de duração, as aulas iniciam no sábado, 23, ao ar livre. Os alunos terão acesso aos tópicos: concepção e desenvolvimento de ideias originais; constituição de argumentos; noções de roteiro; incorporação pelo cinema de elementos de outras plataformas artísticas; busca pela visão própria do autor; acompanhamento e interlocução; apresentação de filmes e outras obras de referência; apresentação dos filmes dos ministrantes e debates.

Tião

Tião é diretor e roteirista nascido em Recife. O seu filme “Muro” estreou na Quinzena dos Realizadores de 2008, no Festival de Cannes, recebendo o Prêmio Un Regard Neuf de melhor curta-metragem. O filme também foi apresentado nos festivais de  Clermont Ferrand, Vila do Conde, Oberhausen, Hamburgo, Tampere, Winterthur. Em 2014, dirigiu “Sem Coração” (co-autoria de Nara Normande), que teve estreia na Quinzena dos realizadores, sendo premiado com o Prêmio Illy de melhor curta-metragem. “Sem Coração” ainda recebeu os prêmios de melhor curta nos festivais de Havana, Zinebi-Bilbao, melhor curta de Ficção em Dresden, além de ser selecionado para os festivais de Vila do Conde, Rotterdam, New Directors/ New Films entre outros. “Animal Político”, seu primeiro longa-metragem, estreou em 2016 no Festival Internacional de Rotterdam e foi selecionado para os festivais internacionais de Torino, Jeonju, Durban e Transilvânia, recebendo menção especial do juri no Festival International du Film Indépendent de Bordeaux. Atualmente, desenvolve o longa A Garça, ao lado de Nara Normande.

Nara

Nara Normande nasce em Guaxuma, Alagoas, e mais tarde se muda para Recife, onde vê emergir uma nova geração de cineastas. Em 2011, dirige seu primeiro filme, o curta-metragem em animação “Dia Estrelado”, selecionado para festivais como Havana e nomeado ao Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. Em 2014, ela co-realiza com Tião a ficção “Sem Coração”, premiado melhor curta-metragem na Quinzena dos Realizadores de Cannes, como melhor curta em Havana, Dresden, Curta Cinema e Brasília.  Em 2018, seu novo filme, “Guaxuma”, um doc/fic animado em diferentes técnicas de areia, é selecionado para as competições do Festival de Toronto e Annecy, premiado como melhor curta no Festival de Ottawa, Hamptons, Gramado, além de melhor direção em Brasília. Guaxuma também está qualificado para concorrer ao Oscar de 2020.

Fonte: PMA

Comentários