Poetisa lança compilação de escritos próprios em Aracaju

0

(Foto: Divulgação)

A poetisa baiana radicada aqui em Sergipe, Ieda Vilela, lançará nessa quinta-feira, 20, às 19h na livraria Escariz do Shopping Jardins, o seu livro de poemas “Encontro Esperado”. De 162 páginas, o título é uma coletânea de seus poemas, sendo alguns do começo de sua carreira artística, em 1975, quando publicou seu primeiro trabalho, no jornal “A Tarde”.

O lançamento aqui em Aracaju, segundo a poeta Ieda Vilela “a menina dos seus olhos”, será marcado pelo retorno do Grupo Iñaron de Poesia Falada, composto por ela, por sua filha e também atriz, Andréa Villela e pelo escritor e poeta, Carlos Cauê, tendo nesse recital a participação especial do ator e dançarino César Leite. O livro foi dividido em cinco partes – A Face Exposta; Porões da Vida; O Poema é Um Olho D’Água; Oráculos de Memória; Memórias Soltas.

Sobre o livro

"Encontro Esperado" é a primeira obra de poesia autoral – de carreira solo – da autora. Ela já publicou em diversas antologias poéticas, editadas no Rio de Janeiro, pela Editora Xogum e Crisális. Em Sergipe, publicou com outra autora, Profª Maria José Tenório, pela Secretaria de Cultura do Estado de Sergipe, o volume nº 1 da série Memórias, “Principais Aspectos Culturais, Artísticos e Políticos da Cidade de São Cristovão”. Pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, IPHAN, escreveu o trabalho  “Monumentos Tombados de Sergipe e Alagoas”, dentre outros.

Neste livro, em 70 poemas, a poeta baiana/ sergipana, fala de sentimentos expostos ou contidos, lembranças, desencontros, visões confluentes ou contraditórias; de sua lírica com vertente social, da solidão própria ou dos outros, metapoesia, mitos gregos e romanos. No último trecho, "memórias soltas", faz um mergulho no tempo desde a infância, em Alagoinhas, em meados do século XX.

Comentários