Rede Sergipe de Cultura atrai parceiros

0

Mais de 40 municípios de Sergipe enviaram representantes para o Seminário Cultura em Rede, que foi realizado na tarde de ontem, na Fapese, em Aracaju. Uma das boas notícias apresentadas no encontro é que será lançado um site que reunirá informações sobre a cultura sergipana, abastecido por todos os municípios. A InfoNet é parceira do projeto.

 

O evento foi aberto por Carlos Roberto Britto, presidente do Conselho Gestor da Rede Sergipe de Cultura. A rede reúne várias entidades públicas e privadas, a exemplo da Ecos (Entidades Culturais Organizadas de Sergipe), Fapese, Fundação de Cultura e Arte de Aracaju (Funcaju), InfoNet, Sebrae, Sesc, Sociedade Semear e Universidade Federal de Sergipe (UFS).

 

“Além da promoção de palestras e oficinas, um dos elementos mais fortes da Rede será o site contendo informações sobre a cultura de Sergipe. E todos os municípios são parceiros na alimentação desse grande bando de dados”, comentou Britto.

 

O presidente da Ecos, Isac Galvão, disse que existe uma distância cultural em Sergipe que precisa ser diminuída e isso também é uma responsabilidade dos gestores municipais. Já a presidente da Funcaju, Karlene Sampaio, acredita que a Rede Sergipe de Cultura é um instrumento fundamental no processo de socialização do que hoje é produzido no Estado.

 

O SITE – Previsto para ser lançado em dezembro, o site da Rede Sergipe de Cultura vai reunir todas as informações sobre o tema. Na seção cadastro de produção local, o artista ou grupo poderá disponibilizar seu perfil e contatos na internet. Na agenda cultural haverá a programação dos municípios.

 

O site também trará uma seção de estudos e pesquisas sobre a cultura sergipana, endereços e contatos de espaços como casas de shows, galerias de arte e escolas de dança e música. Cursos, oficinas, datas comemorativas, legislação e editais serão divulgados.

 

ELOGIO – Antes de falar sobre o Sistema Nacional de Cultura, a representante do Ministério da Cultura, Taciana Portela, disse que Sergipe saiu na frente de outros Estados do Nordeste com a implantação da Rede de Cultura. “É um grande sonho nosso que as ações regionais sejam potencializadas. Estão de parabéns todas as instituições envolvidas na Rede”, elogiou.

 

Taciana Portela parabenizou iniciativa de Sergipe
Para Taciana não se pode falar em desenvolvimento regional sem falar de cultura e este é um dos objetivos do Sistema Nacional. Ela mostrou também um vídeo do ministro Gilberto Gil, que lembrou da necessidade de articulação de todas as instituições para racionalização da visão sobre a cultura.

 

INVESTIMENTO – O superintendente do Banco do Nordeste em Sergipe, Saumíneo Nascimento, esteve no Seminário de ontem e falou sobre os investimentos em cultura que o banco tem feito. Até a segunda quinzena de outubro será lançado o segundo edital do ano do “Projetos Culturais do Banco do Nordeste”.

 

No primeiro edital, no início deste ano, concorreram em todo o Brasil 2.248 projetos nas áreas de artes visuais, cênicas, música e literatura. Do total, apenas 337 não preencheram os requisitos básicos. Foram distribuídos mais de R$ 2 milhões para financiar os projetos aprovados.

 

Em Sergipe foram inscritos 69 projetos. Sete foram aprovados. Receberam financiamento do Banco do Nordeste trabalhos na área de fotografia e pintura, uma quadrilha junina de Tobias Barreto, um projeto de literatura de cordel e de concertos em escolas de São Cristóvão.

 

Por Janaina Cruz

Da redação do Portal InfoNet

Comentários