Sertão em moldura de harmonia

0

Job e um de seus quadros: janela com vista para o sertão
Ao centro, a beleza do sertão nordestino captada pelas lentes de um bom olho artístico. Ao redor, molduras antes vivas ganham novo tratamento. Agora, as plantas mortas retiradas da caatinga servem de complemento a uma curiosa obra de arte. O resultado é a riqueza irretocável do todo visual, dono de generosa dose de contraste e regionalismo.

 

O autor dos trabalhos é o fotógrafo e artesão Job Rocha. Filho das terras de São Gabriel, interior da Bahia, este artista de mão cheia está em visita à capital sergipana, onde se prepara para encher os olhos do respeitável público com seus vistosos quadros e sua peculiar maneira de adorná-los.

 

As fotografias retratam paisagens do sertão, todas elas sob um ponto de vista enaltecedor e contemplativo. A beleza de formas e cores logo cativa o observador, que se vê amarrado à sensibilidade poética das obras. As molduras, por sua vez, são formadas através de galhos de árvores mortas, típicas da região sertaneja. Além do toque rústico, ligam de modo direto e feliz o objeto retratado à sua essência.

 

Quem quiser conferir de perto os trabalhos de Job, os quadros estarão em exposição entre os dias 1° e 3 de julho, no foyer do Teatro Tobias Barreto. Sem dúvidas, vale a pena conferir.

Comentários