Zil apresenta lonas com cores e formas em profusão

0

‘Transcendendo’. Este é o nome da primeira mostra da temporada de exposições no Espaço Cultural Yázigi em 2007. A exibição inicia nesta terça-feira, 6, às 20h, e nela  o artista Zil apresenta trabalhos com técnica mista em lona, com uso de giz de cera, colagens, costuras e texturas, nos quais formas geometrizadas e figuras estilizadas sugerindo motivos do yoga surgem em meio a uma profusão de cores e formas. 

As obras são resultados de pesquisa iniciada em 1994 no Núcleo de Arte, curso de extensão da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Todas as obras têm como traço marcante uma interação com o mundo primitivo, pré-histórico da fase neolítica, no qual as primeiras estilizações e abstrações puderam ser feitas.

A exposição permanece aberta ao público até o dia 09 de março e a visitação de terça a sexta, das 14h às 20h no espaço Yázigi, localizado na rua Vereador João Calazans, 494, Praia 13 de Julho.

Artista

Zil, ou Zildenê Pereira Pires, é natural do Maranhão, mas viveu em Aracaju nos anos 90. Aqui, foi premiada no Salão dos Novos da Galeria Álvaro Santos em 1994 e participou de diversas mostras coletivas. Também iniciou em Sergipe seus estudos acadêmicos em Artes, na UFS. Recebeu menção honrosa na II Bienal de Artes Plásticas de Vitória da Conquista (BA) em 1996 e participou de mostras coletivas e salões de arte em São Luís/MA, Itajaí/SC, Salvador/BA, Bauru/SP e Fernandópolis/SP. Em 1997, expôs seus trabalhos no Espaço de Cultura da Câmara dos Deputados, em Brasília/DF, na coletiva “Andanças”. Sua primeira mostra individual, “Instantes” aconteceu em 1997 na Galeria Antonio Almeida, localizada no Palacete Gentil Braga, da Universidade Federal do Maranhão. Atualmente, Zil é aluna do curso de Arte-Educação da UNESP, Universidade Estadual Paulista, na cidade de Bauru, mas já se prepara para voltar a morar em Aracaju.


 

Comentários