Bancários fazem assembleia virtual para decidir pelo reajuste de 1,5%

Carreata dos bancários em Aracaju durante acordo salarial e pandemia (Foto: Seeb/SE)

O Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB/SE) realiza nesta segunda-feira, 31, das 7h da manhã às 23h59, Assembleia Geral Extraordinária para deliberar sobre a aceitação ou não da proposta de reajuste de 1,5% para salários, com abono de R$ 2 mil para este ano, mais a reposição da inflação. Esta proposta surgiu após 14 rodadas de negociação entre o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).  O acesso das assembleias virtuais será pelo site do SEEB.

O Comando Nacional dos bancários orienta a categoria a aprovar a proposta global da Fenaban. “Ainda que não represente o ideal daquilo que almejamos, não estamos saindo derrotados dessas tensas e longas reuniões. O resultado da proposta da Fenaban representa o grande esforço e capacidade de negociação do Comando dos Bancários em reduzir as ameaças de retirada de direitos postas na mesa pelos banqueiros. Também temos de levar em conta que o processo de acordo da nossa campanha salarial deste ano acontece em uma difícil conjuntura política e econômica pela qual passa o nosso país, com a pandemia, e com  um governo neoliberal de desmonte das empresas públicas e de atitudes de desrespeito à democracia, ao Estado de Direito e as organizações da classe trabalhadora”, destaca Ivânia Pereira.

Proposta

A proposta prevê um reajuste de 1,5% para salários, com abono de R$ 2 mil para este ano. E ainda a reposição da inflação (estimada em 2,74% no período) para demais verbas, como vales alimentação e refeição e auxílio-creche/babá.

O reajuste de 1,5% nos salários + abono de R$ 2.000,00 para todos os bancários neste ano de 2020 garante em 12 meses valores acima do que seria obtido apenas com a aplicação do INPC para salários até R$ 11.202,80, o que representa 79,1% do total de bancários.

Os bancos não concordaram em colocar no acordo cláusulas sobre o controle da jornada de trabalho, sobre o ressarcimento de custos e a disponibilização da mobília adequada ao home office. Mas, mesmo sem um acordo geral sobre o tema, o Comando Nacional saiu com a sinalização de acordos específicos com alguns bancos.

A partir do debate sobre teletrabalho, o Comando Nacional conseguiu construir o consenso entre os bancos de que a categoria deva continuar em teletrabalho durante até a duração da pandemia.

Portal Infonet no WhatsApp
Receba no celular notícias de Sergipe
Clique no link abaixo, ou escanei o QRCODE, para ter acessos a variados conteúdos.
https://whatsapp.com/channel/
0029Va6S7EtDJ6H43
FcFzQ0B

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais