BNB aplica R$ 27 milhões no Pronaf em Sergipe

0

Até o final de junho, o Banco do Nordeste está realizando o Dia da Agricultura Familiar nos municípios de toda a região nordeste. Com a iniciativa, o BNB espera congregar os agricultores familiares em suas próprias localidades, para repasse de informações e do próprio crédito do Governo Federal, que previu para esse ano uma meta de aplicação de R$ 40 milhões para o Estado de Sergipe.

Segundo o superintendente estadual do BNB, Saumíneo Nascimento, o Estado está em primeiro lugar no Nordeste no percentual de atingimento da meta proposta pela instituição. “O Dia da Agricultura Familiar já foi realizado na grande parte dos municípios e a resposta foi a melhor possível. Sergipe está em destaque por sua atuação no programa, que é um dos principais do Governo, por seu caráter social e grande potencial de transformação econômica, com o incentivo aos pequenos empreendedores”, afirmou.

Saumíneo informa ainda que o Banco criou este ano uma gerência estadual específica para o programa, que coordena os gerentes de suporte a negócios do Pronaf instalados em cada agência do BNB. Outras novidades são a  implantação do microcrédito rural, a princípio em caráter experimental nos municípios de Simão Dias e Tobias Barreto, além da redução de algumas das exigências básicas para o acesso aos recursos.

O Pronaf é um programa federal para a geração de emprego e renda através do apoio financeiro às atividades agropecuárias e não-agropecuárias, a partir de financiamentos para investimentos destinados à implantação, ampliação e modernização de infra-estrutura. De 2004 para cá, o Governo Federal ampliou de 05 para 12 as modalidades de crédito do programa.

As principais novidades para Sergipe, segundo Volnandy Brito, coordenador estadual do Pronaf, são a criação do Pronaf Agroindústria, Pronaf Semi-Árido, Pronaf Jovem e Pronaf Mulher, criados para atender públicos específicos, como jovens filhos de agricultores maiores de 16 que desejem iniciar uma atividade agropecuária ou companheiras de agricultores familiares, pescadores artesanais, extrativistas, aqüicultores e silvicultores.

“Não há uma linha de crédito mais acessível ao pequeno produtor no país hoje”, reforça Volnandy. “Os juros chegam a 1% ao ano, incluindo um prazo de 10 anos para pagamento, com carência de até 5 anos. Estamos fortalecendo o programa no Estado e promovendo uma articulação cada vez mais intensa com nossos parceiros, como o Governo, as Prefeituras e instituições com a Deagro e a FETASE”, afirmou.

PARCERIAS

Nesta última semana, a direção do Banco no Estado esteve reunida com a direção da FETASE e da Deagro. Segundo Joel Farias, presidente da FETASE, a entidade pretende incrementar o acompanhamento do nível de inadimplência do Pronaf nos municípios, além de disponibilizar vagas nos cursos de capacitação no Gerenciamento do Pronaf para novos funcionários do Banco. Ele informou ainda ao BNB durante a reunião que será criação ma estrutura técnica para auxiliar dos produtores rurais na elaboração de projetos e seu acompanhamento técnico.

Já a Deagro também pretende auxiliar no monitoramento da adimplência. Segundo o Gerente do Pronaf na instituição, Godofredo Albuquerque, a instituição irá reunir todas as empresas credenciadas pelos Comitês de Desenvolvimento no próximo dia 05/07 para discutir a funcionalidade do microcrédito rural do BNB, estratégias para incrementar os Pronafs Semi-Árido, Jovem e Mulher, além da situação da assistência técnica dos pequenos produtores rurais no Estado e as dificuldades na emissão das DAP’s por parte dos Sindicatos Rurais.

*****

NOSSA SENHORA DA GLÓRIA É DESTAQUE NO PROGRAMA

O município de Nossa Senhora da Glória, no interior sergipano, é um dos recordistas em aplicação do Pronaf em toda a Região Nordeste. A agência do BNB em Glória financiou até o momento neste ano de 2005 mais de 700 operações, totalizando um valor de R$ 1.512.414,58, repassados aos pequenos empreendedores dos diversos segmentos da economia, com destaque para a pecuária de leite. No Banco, que atua em todos os Estados nordestinos além do norte do Espírito Santo e Minas Gerais, a unidade está em segundo lugar como a que possui mais clientes no programa. Segundo o gerente da agência, Edson do Amor, o volume de recursos aplicados é fruto de um trabalho de equipe, em especial dos funcionários da unidade e dos parceiros locais, como prefeituras, associações e órgãos como a Deagro.

Na última quarta-feira, dia 22/06, numa comemoração ao Dia da Agricultura Familiar, a agência efetuou 160 liberações de crédito, apenas no âmbito do Pronaf B, destinado à implantação e ampliação de pequenos empreendimentos familiares, com empréstimos no valor máximo de R$ 1 mil, para agricultura, pesca artesanal, extrativismo, aqüicultura e silvicultura.

Neste dia, o destaque foi a pesca artesanal, quando 40 pequenos empreendedores foram atendidos com o crédito. Segundo o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais do município, Erivan Marques Aragão, “o Banco tem sido um dos principais parceiros do município, atendendo a gente com cada vez mais presteza”. Segundo o superintendente do BNB,  Saumíneo Nascimento, esses exemplos vêm se repetindo em diversos municípios sergipanos, o que é uma prova de que o Programa está no seu rumo certo.

Comentários