Centenas de desempregados lutam por vagas na Cavo

0
Fila quilométrica em um dos pontos de cadastramento (Fotos: Portal Infonet)

Centenas de pessoas passaram toda a madrugada no Parque da Sementeira, não para aproveitar o domingo de lazer, mas para fazer renascer a esperança de conseguir vagas no mercado de trabalho. Com a notícia de que a nova empresa que fará os serviços de limpeza em Aracaju [em substituição à Torre] vai contratar pessoal, a Fundação Municipal do Trabalho (Fundat), está realizando hoje (13), o cadastro.

Homens e mulheres enfrentam em filas quilométricas e se deslocam de um lado pra outro com pastinhas de documentos nas mãos e principalmente com a expectativa de que possam ser convocados pela Empresa Cavo [do Grupo Estre].

Paulo Silva: "soube dessa oportunidade e corri pra cá"

“Eu sou ajudante de encanador e eletricista, mas estou desempregado há vários meses e pronto pra trabalhar em qualquer cargo que aparecer. Fiquei sabendo dessa oportunidade e corri pra cá com a esperança de consegui alguma coisa nessa empresa nova de coleta de lixo e limpeza”, ressalta Paulo da Silva.

“Minha filha eu nem me importei de chegar aqui bem cedinho. Estou há dois anos desempregado, com uma família pra sustentar. A situação está muito difícil. Só tô arranjando bico e com fé na graça de Deus, dessa vez eu vou conseguir”, acredita José Everaldo de Alcântara.

"Eu cheguei aqui às três horas. Varei a madrugada em busca de um emprego. Tem três anos que estou desempregada e vale à pena todo o esforço. Pior foi que não trouxe alguns documentos como o título de eleitor, mas já pedi pra trazerem. Eu não quero tirar foto, minha cara é de muito cansaçõ, mas também de muita esperança", completa Adriana dos Santos.

Cavo

José Everaldo: "Estou há dois anos desempregado, só fazendo bico"

Várias mulheres desempregadas também vararam a madrugada em busca de vagas

A Assessoria de Comunicação da Empresa Cavo informou que, com relação à contratação de profissionais para a prestação de serviços de limpeza na cidade de Aracaju, está dando prioridade aos profissionais que já realizam a limpeza urbana na cidade.

“Os candidatos só podem ser contratados de acordo com a legislação trabalhista, o que significa que precisam já estar desligados da antiga contratante e munidos da carteira de trabalho. A empresa informa ainda que foi firmado um termo de acordo com a Prefeitura de Aracaju  e o sindicato que representa os trabalhadores da categoria sobre a contratação de funcionários que, por ventura, sejam demitidos da empresa que prestava os serviços de limpeza na capital sergipana”, explica.

Servidores da Fundação Municipal do Trabalho (Fundat), que estão fazendo os trabalhos de orientação e cadastramento, informaram que as inscrições são feitas assim como fazem com várias empresas que estão disponibilizando vagas em Aracaju.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais