Cervejaria de Albano Franco investe R$ 140 mi

0

RECIFE (Jornal do Commercio) – O grupo sergipano Albano Franco está investindo R$ 140 milhões na construção de uma planta industrial no Estado, que será destinada à fabricação de cerveja. As obras na unidade, localizada na BR-101 Norte, em Igarassu, devem ser concluídas até agosto, mas o empreendimento começará a operar já no final de julho, com a distribuição de produtos prevista para a segunda quinzena de agosto. A fábrica pernambucana do grupo foi batizada de Indústria de Bebidas Igarassu (IBI).
A fábrica vai empregar 170 pessoas diretamente e 300 indiretamente, e já é responsável por 280 contratações para a fase de construção. A unidade conta com um terreno de 16 hectares, 9 mil metros quadrados de área construída e terá uma capacidade de produção de 420 mil hectolitros de bebida por ano. Através do Programa de Desenvolvimento de Pernambuco (Prodepe), a empresa obteve, por um prazo de 12 anos, 75% de crédito presumido do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para vendas dentro do Estado e de 5% para comercialização com outras regiões. De acordo com representantes do grupo Albano Franco, os incentivos fiscais negociados com o Executivo estadual foram determinantes na decisão de instalar o empreendimento em Pernambuco.
Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Esportes, Alexandre Valença, a chegada da IBI no mercado pernambucano estimula o chamado pólo de bebidas estadual. Ontem, as obras da IBI foram visitadas pelo secretário de Desenvolvimento Econômico. Segundo números apresentados pela secretaria, o Nordeste responde por 17% do setor no mercado brasileiro. Cerca de 150 empresas integram o pólo local, entre grupos nacionais e internacionais, como Diageo, Ambev, Belco e Campari. No País, são consumidas anualmente 9 bilhões de litros de bebida por ano.
Quem vai encabeçar a Indústria de Bebidas Igarassu é o mesmo executivo que já esteve à frente de outro empreendimento do grupo Albano Franco, Ricardo Franco. Ele presidirá a IBI.

HISTÓRICO – O empreendimento do grupo sergipano que está sendo construído em Igarassu fica localizado numa área que, até meados do ano passado, pertencia à Usina São José. A negociação para a aquisição da área durou aproximadamente 12 meses e foi fechada em maio de 2005.
Na época, o diretor executivo da Usina São José, Frederico Petribu Vilaça, revelou que a qualidade e o potencial de vazão do aqüífero Beberibe, de onde será captada a água para a nova indústria, e a localização estratégica para escoamento da produção, pesaram na escolha para a localização da fábrica.
O grupo empresarial, liderado pelo ex-senador Albano Franco, tem larga experiência no mercado pernambucano de refrigerantes. Na década de 1990, pertenciam ao empresário sergipano as duas empresas engarrafadoras da Coca-Cola no Estado.

Comentários