Codevasf faz peixamento com 10 mil tambaquis

0

A Codevasf realiza hoje, às 9 horas, no município de Amparo do São Francisco, o peixamento com 10 mil juvenis de tambaqui. A continuidade ao Projeto Lagoa Campinhos visa garantir a pesca para 90 famílias que têm a atividade como única fonte de renda.

O Projeto prevê o peixamento permanante da Lagoa, a cada 60 dias, quando são soltos peixes juvenis de 150 a 200g, que são pescados oportunamente pela comunidade. Para a implantação do Projeto, a Codevasf forneceu à Associação dos Quilombolas da Lagoa Campinhos, 10 tanques-rede com berçários e 5.400 kg de ração, tendo o primeiro peixamento ocorrido em 22 de dezembro último.

A comunidade quilombola, antes marginalizada, tem recebido o apoio da Codevasf em vários segmentos. Além da participação em cursos de filetação de peixe promovido pela empresa, a comunidade também já participou do Feirão de Artesanato e Produtos Regionais do Baixo São Francisco, promovido na sede da Codevasf, comercializando suas produções artesanais e resgatando valores culturais importantes para sua identidade étnico-racial.

Para o Superintendente Paulo Viana, o projeto, iniciado com o apoio da Codevasf, pretende garantir a sustentabilidade da atividade para a comunidade beneficiada, gerando emprego e renda, ocupando a lagoa, espaço anteriormente ocioso, resgatando a cultura e consolidando uma alternativa econômica para sustentação daquela comunidade carente.

Comentários