Com chamas apagadas, hibernação no Tecarmo é concluída em Sergipe

0

Após um longo processo de hibernação, as atividades do Terminal Aquaviário de Aracaju, o Tecarmo, parecem ter chegado ao fim. Segundo o Sindicato Unificado dos Trabalhadores Petroleiros, Petroquímicos, Químicos e Plásticos nos Estados de Alagoas e Sergipe (Sindipetro AL/SE) , o ato de apagar as chamas das torres do Tecarmo significa que houve uma despressurização de toda a tubulação que traz o fluxo de petróleo e gás para as plataformas terrestres, denominadas ‘on-shore’, o que indica o fim das atividades.

“Na prática, isso significa que o processo de hibernação do Tercarmo foi concluído”, resume o diretor do Sindipetro, Alealdo Hilário. Ainda segundo ele, este “apagar das chamas” é o último passo a ser realizado no processo de hibernação. “Tudo o que tinha que ser feito já foi realizado. Agora é só esperar um novo comprador para que ele possa reativar o local, ou seja, será entregue para a iniciativa privada”.

Um dos argumentos da Petrobras para a hibernação do Tecarmo seria que ele não apresenta condições econômicas para operar com preços baixos de petróleo. Além disso, a estatal petrolífera informou em comunicado no início do ano que iria hibernar 62 plataformas em campos de águas rasas em todo país, priorizando a extração de petróleo em águas profundas.

Segundo Alealdo Hilário, a Petrobras já vem de muito tempo com uma política de desinvestimento. “O estado de Sergipe já figurou entre os maiores produtores de petróleo do Brasil. Além do mais, a empresa vem ‘dolarizando’ a produção e o refino de petróleo”, salienta.

Aleado diz ainda que a conclusão desse processo de hibernação é bastante triste para o estado sergipano. “Sergipe deixará de ganhar muito com os royalties do petróleo. Para se ter uma ideia, no passado os royalties do petróleo já representaram cerca de 30% do PIB [Produto Interno Bruto] do estado”, recorda. “Sem petróleo, Sergipe perderá muito da sua independência financeira”, lamenta.

Portal Infonet  entrou em contato com a Petrobras, que por sua vez, informou que enviaria as informações solicitadas. Mas até o fechamento desta matéria não obteve resposta. Estamos à disposição através do e-mail jornalismo@infonet.com.br ou telefone (79) 2106-8000.

Sobre o Tecarmo

O Terminal Aquaviário de Aracaju foi o responsável pelo armazenamento e embarque do petróleo produzido em Sergipe, tanto nos campos terrestres de Carmópolis, Siriri e Riachuelo, quanto na plataforma continental.

por João Paulo Schneider  e Raquel Almeida

Comentários