Déda leva parlamentares e prefeitos para verificar obras da ponte Gilberto Amado

0

A ponte tem 1.712 metros de extensão (Fotos: Marco Vieira)

Na manhã desta sexta-feira, 16, governador Marcelo Déda convidou uma comissão de parlamentares estaduais , federais e diversos prefeitos sergipanos para verificarem in loco o andamento das obras de construção da ponte Gilberto Amado (ligando Estância a Indiaroba, através do povoados Porto do Cavalo e Terra Caída, respectivamente) que, com seus 1.712 metros de comprimento, é a maior em construção em todo o Nordeste brasileiro. A obra é fruto de convênios do Governo do Estado com o Governo Federal e resulta de um investimento superior a R$ 119 milhões (incluindo todos os serviços), onde a contrapartida do Estado é superior a R$ 12 milhões.

“Esta é uma das visitas que realizamos constantemente aos investimentos do Governo do Estado, especialmente àqueles de maior relevância, onde acompanhamos periodicamente o andamento do serviço. Neste caso, convidamos os parlamentares sergipanos para conhecerem de perto esta obra que possibilitará a interligação do litoral sergipano com o litoral baiano, favorecendo o fluxo turístico e abrindo perspectivas para investimentos que promovam o desenvolvimento na região”, salientou o governador Marcelo Déda.

Evolução

O investimento é superior a R$ 119 milhões

Em comparação com a visita realizada no início do mês de maio, o governador e os membros da administração que participaram da primeira visita (onde o serviço estava cerca de 70% concluído) demonstraram surpresa com o acentuado avanço para a conclusão dos serviços que hoje estão no patamar de 83% das obras já executadas, mesmo com a incidência das chuvas que tradicionalmente ocorrem no período.

“Estive aqui há quatro meses, e esta parta da ponte, do lado de Estância, ainda não tinha condições de acesso. Ainda estava se lançando as vigas do outro lado, em Indiaroba. Hoje, praticamente todo o lado de Estância já está com as vigas lançadas e com o tabuleiro permitindo a passagem dos veículos de serviço. Isto é uma evolução extraordinária”, avaliou o governador, ao percorrer as frentes de trabalho em ambos os lados da ponte e elogiar o desempenho da Heleno & Fonseca Construtécnica, empresa responsável pela obra.

Só a contra partida do Governo é de mais de R$ 12 milhões

“Esta é uma obra que completa a integração rodoviária de todo o litoral Sul de Sergipe. Abrindo as portas dessa região para os investimentos turísticos, além de permitir o acesso através do litoral Norte da Bahia, viabilizando a integração do nosso Estado com a Linha Verde baiana pelo litoral. Esta é uma nova fronteira que está sendo aberta para o turismo e o desenvolvimento econômico e social na região. Esta ponte não chama atenção somente por sua dimensão, mas pelo impacto que ela produzirá no turismo e na economia sergipana, merecendo o título de obra estruturante”, ratificou o governador.

Outro detalhe evidenciado por Marcelo Déda durante a visita foi a informação de que, ao longo de todo o andamento do serviço, não foi registrado nenhum acidente de trabalho com maior gravidade e sequer alguma ocorrência com sérias lesões ou fraturas nos trabalhadores. “Esta é a demonstração do nível técnico e responsabilidade empregados na obra que consegue aliar alto grau de eficiência com as condições de segurança necessárias para a ação eficaz dos trabalhadores”, registrou Déda.

Integração Efetiva

Com a inauguração da obra, a distância entre Aracaju e Salvador será diminuida em 70Km

Para o secretário de Estado do Turismo, Elber Batalha Filho, a conclusão da obra representará uma integração efetiva com um dos maiores mercados emissores de turistas para Sergipe, que é o Estado vizinho da Bahia. “Com a conclusão da ponte, teremos uma integração efetiva e definitiva, possibilitando uma agradável viagem de automóvel ou ônibus onde será possível apreciar a belíssima paisagem do nosso litoral, e fazendo com que o turismo, mais uma vez, se transforme numa possibilidade de gerar novas oportunidades, empregos e renda para o nosso Estado”, contextualizou.

A grandiosidade da obra também foi destacada pela presidente da Assembleia Legislativa, deputada Angélica Guimarães que, ao lado de diversos parlamentares sergipanos, também acompanhou a visita. “Nós sabemos que uma obre desse porte vai dinamizar muito mais a atividade turística, abrindo um leque de oportunidades na região e em todo o estado de Sergipe. Essa, como a maior ponte do Nordeste, também abre um novo portal de oportunidades para os sergipanos, impulsionando novos investimentos a partir da visão empreendedora do governador Marcelo Déda”, registrou a presidente.

A interligação estratégica com um Estado vizinho de grande potencial foi apontada pelo senador Antônio Carlos Valadares como um elemento fundamental para dinamizar o desenvolvimento. “Através dessa nova ligação com um Estado importante como a Bahia, este investimento se transforma em grandes perspectivas para o desenvolvimento regional, não apenas de Sergipe, mas de todo o Nordeste. Esta obra tem uma repercussão enorme na geração de emprego e renda e nas possibilidades que se abrem, em todos os campos e não só do turismo, como também na industrialização do estado de Sergipe”, afirmou o senador.

De forma semelhante, o deputado federal Rogério Carvalho também apontou a importância estratégica de obras estruturantes como catalizadores do desenvolvimento. “Esta é uma obra que demonstra como a ferramenta do planejamento estratégico pode mudar a história de um lugar. A partir dessa edificação, certamente teremos um novo patamar de desenvolvimento atraindo evolução econômica e social para toda a região”.

Já o deputado líder do Governo na Assembleia, Francisco Gualberto, destacou a incorporação de diversas vantagens para Sergipe. “Esta obra traz diversas vantagens: além de possibilitar a ligação da região Sul com o eixo rodoviário da região Norte de Sergipe, ela também aumentará o fluxo turístico no Estado, uma vez que muitos turistas do Brasil visitam a Bahia e, percebendo esta facilidade, certamente também virão para Sergipe de forma mais confortável e econômica transitando pela Linha Verde”, apontou Gualberto.

A obra

A edificação sobre o rio Piauí tem a extensão de 1.712 metros, por 14,20 metros de largura.
Todos os serviços de fundação já foram concluídos, assim como todos os pilares, lançamento de vigas pré-moldadas e todas as pré-lajes. No sentido de Indiaroba/Estância, todo o piso de concreto já está pronto. No sentido Estância (Porto Cavalo) – Indiaroba (Terra Caída), já foram concretados dez vãos, de um total de vinte e dois.
No sentido Indiaroba/Estância, já foram executadas quase que totalmente, em ambos os lados da ponte, até o vão central, as barreiras ‘New Jersey’ (separadores entre as pistas), e aproximadamente 72% da base em concreto para fixação do guarda-corpo metálico.

No trecho central, os dois mastros estão concluídos (dois vãos com 44,1 m cada e o vão central com 84,0 m, totalizando 172,2 m), onde já foram concretados 72 m, faltando a concretagem de 100,2 m.
O acesso pelo lado de Porto do Cavalo já está com a terraplenagem concluída. No lado de Terra Caída, a terraplenagem foi iniciada, com previsão de conclusão para fins de novembro, e pavimentação no final de janeiro de 2012. O prazo estimado para a entrega definitiva da obra é para março de 2012.

Fonte: Ascom Governo

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais