Empresas sergipanas realizam bons contatos na Rio Oil & Gás

0

Os dez empreendedores sergipanos presentes na Rio Oil & Gás Expo and Conferecence ficaram satisfeitos com os contatos comercias feitos no evento. Segundo pesquisa realizada durante a 1ª Rodada de Negócios do setor de petróleo e gás natural, promovida dias 04 e 05 de outubro, apenas 11% das empresas consideraram o potencial de negócios fraco e 15% não informaram. Foram promovidas 496 reuniões nos dois dias, resultado que supera as expectativas dos organizadores que previam um volume de R$ 10 milhões em negócios ao longo de 12 meses, decorrentes das prospecções feitas durante o evento.
A Rodada contou com a participação de 185 estabelecimentos comerciais divididos entre empresas âncoras (médio e grande porte), como a Petrobrás, Schlumberger, Halliburton, e pequenos empreendimentos, que preencheram a grande maioria das inscrições. Para 80% das empresas participantes, há grande possibilidade de fechar negócios. Para 74% das empresas, o contato iniciado no evento foi considerado ótimo ou bom.
Para o empresário Homero Pessoa Pinto, da ENGEPET (Empresa de Engenharia de Petróleo Ltda), foi muito importante participar do evento como expositor e participante da rodada de negócios. “Já estive presente em outras feiras desse porte como visitante, mas como expositor foi a primeira vez. Várias empresas visitaram nosso estande, gerando ótimas possibilidades de realizarmos negócios inclusive com estabelecimentos comerciais da Venezuela. Empreendimentos do Espírito Santo já entraram em contato interessados nos nossos equipamentos de superfície e nas árvores de natal para poços injetores de vapor. Um ponto bastante positivo foi o estande da Rede Petrogas de Sergipe onde ficamos instalados. Estava bem decorado e organizado, atraindo as pessoas”.
Já Ivaldo Mesquita Ferreira, responsável pela Wellcon Treinamento e Consultoria Ltda (Capacitação para Normatização), faz questão de comentar sobre a importância de haver união entre os empresários. “Foi primordial o apoio da Rede Petrogas de Sergipe para participamos desse evento. Na Feira realizamos vários contatos com empreendedores brasileiros e de outros países, como Angola e Venezuela. Para 2005 a proposta é participar do evento que será realizado em Macaé (RJ) e de uma missão empresarial com destino a Argentina, onde acontecerá uma grande feira destinada às empresas que trabalham com óleo e gás”.
A participação dos sergipanos no evento foi possível graças ao Programa de Adensamento da Cadeia Produtiva do Petróleo e Gás, que é desenvolvido em Sergipe pela Unidade de Desenvolvimento Setorial do Sebrae, telefones (79) 2106-7770 e 2106-7774, em parceria com a Petrobras UN – SEAL. Já a organização da Feira ficou sob a responsabilidade do Sebrae e Onip (Organização Nacional da Indústria do Petróleo).

Comentários