Ex-funcionários da Bomfim cobram pagamento de rescisão

0
Ex-funcionários cobram o pagamento de dívida trabalhista (Foto: Arquivo Infonet)

Ex-funcionários do Grupo Bomfim estiveram na porta do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) na manhã desta segunda-feira, 26, com o objetivo de realizar um ato pacífico e buscar informações sobre o recebimento  da rescisão.

Mediante acordo firmado junto à Justiça do Trabalho, a Bomfim teve um prazo de 120 dias para realizar o pagamento das verbas rescisórias, prazo que se encerrou no último domingo, 25.

De acordo com o ex-funcionário e presidente em exercício do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Aracaju (Sintra), Francisco de Assis, o que preocupa é que o pagamento não foi efetuado.

“Eles fizeram um acordo e o prazo se encerrou ontem. Ao chegarmos hoje ao Tribunal do Trabalho, soubemos que o acordo não foi cumprido. Os advogados da empresa tentaram aumentar este prazo na sexta, mas não conseguiram. Neste período de 120 dias, cerca de 130 funcionários que tinham processos mais antigos receberam os atrasos, mas os mais recentes ainda não receberam, totalizando 1.300 ex-funcionários”, conta.

Ainda segundo Francisco de Assis, a Justiça do Trabalho já possui bens penhorados do grupo e que o próximo passo será leiloar esses bens para que as dívidas trabalhistas possam ser pagas.

Bomfim

Não conseguimos manter contato com algum gestor do Grupo Bonfim, mas permanecemos à disposição pelo telefone (79) 2106 8000 ou jornalismo@infonet.com.br

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais