Farmácia Popular do Brasil terá novo ponto em Aracaju e mais quatro no interior

0

A Farmácia Popular do Brasil inaugurada na sexta-feira passada em Aracaju, pelo ministro da Saúde Saraiva Felipe e pelo prefeito Marcelo Déda, é a primeira de seis que deverão ser abertas em Sergipe neste ano. Há previsão de instalar mais uma Farmácia Popular do Brasil em Aracaju e quatro no interior sergipano: Itabaiana, Lagarto, N. Sra. do Socorro e São Cristóvão. O anúncio foi feito pelo próprio ministro. A iniciativa do Governo Federal, trazida à capital sergipana em parceria com a prefeitura, já possibilita o acesso da população a mais de 170 tipos de medicamentos com preços até 90% menores do que os praticados nos estabelecimentos varejistas comuns.
“Eu confesso que no princípio a idéia da Farmácia Popular me preocupava porque poderia ferir o princípio da gratuidade constitucional dos remédios oferecidos pelo Governo Federal, mas a Farmácia não prejudica isso. Pelo contrário, ela é uma forma complementar de atender à população sem burocracia e a preço de custo”, explicou o ministro. Cada unidade da Farmácia tem potencial para atender até 100 mil pessoas. O Ministério da Saúde (MS) investiu R$ 50 mil na instalação do programa em Aracaju e vai repassar R$ 10 mil mensais para a sua manutenção.
De acordo com dados do MS apresentados por Saraiva Felipe, os gastos na área ocupam o 4º lugar no orçamento familiar brasileiro. O sucesso do programa Farmácia Popular, que já implantou 54 unidades em todo o país, é comprovado por pesquisas do ministério que apontam 91% de aprovação popular à iniciativa e 97% de aprovação à proposta de acolhimento, organização, atendimento e conforto dos espaços.
“A Farmácia Popular nasceu não da cabeça, mas do coração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para garantir à população brasileira na prática o seu direito à saúde”, afirmou o prefeito Marcelo Déda. “Aqui, os esforços do Ministério da Saúde e do governo Lula não são apenas compreendidos, mas incorporados à nossa ação cotidiana para que possamos ter uma saúde pública que avance a cada momento”, enfatizou. Até o final de 2006, um total de 400 farmácias populares serão instaladas em todo o Brasil.
Depois de elogiar a escolha de Saraiva Felipe para assumir a pasta da Saúde, o prefeito
Marcelo Déda presenteou o ministro com uma medalha de prata especialmente cunhada pela Casa da Moeda do Brasil para comemorar os 150 anos de Aracaju. “Esta é uma humilde lembrança da cidade ao dono de uma extraordinária vocação pública e política, além de um dos maiores currículos na área de saúde não só do Brasil, mas do continente”, disse o prefeito. Saraiva Felipe foi presenteado ainda com um kit preparado pela Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan), com mapas e dados estatísticos sobre Aracaju.

Primeira compra
A senhora Pureza Torres Lemos foi a primeira a comprar um remédio na Farmácia Popular de Aracaju. Ela adquiriu as substâncias captopril 25mg (caixa com 10 unidades) e hidroclorotiazida 25mg (caixa com 20 unidades) por apenas R$ 0,40, cada. “Eu estou impressionada com a diferença dos preços daqui para uma farmácia comum. A Farmácia Popular é mesmo uma maravilha na vida da gente e, principalmente, do povo pobre”, afirmou.
A Farmácia Popular do Brasil em Aracaju está localizada na rua Estância, esquina com a avenida Gonçalo Prado Rollemberg, no Centro da capital. O atendimento à população já começa amanhã e o horário de funcionamento será de segunda a sexta das 8h às 18h, e aos sábados das 8h ao meio-dia.
O vice-prefeito Edvaldo Nogueira; a primeira-dama Eliane Aquino; o coordenador da política nacional de saúde bucal, Gilberto Pucca; o subsecretário de assuntos administrativos do MS, o sergipano Jocelino Menezes; o diretor nacional do programa Farmácia Popular, Adilson Antônio da Silva; o secretário municipal de Saúde, Rogério Carvalho; a secretária adjunta de saúde do estado, Maria José Evangelista; os prefeitos Maria Mendonça (Itabaiana), Pedro Barbosa (Boquim), Antônio Dória (Poço Verde) e Péricles Barbosa (N. Sra. de Lourdes); o delegado federal da agricultura, Manoel Hora; os deputados federais Jackson Barreto, Heleno Silva e Jorge Alberto; os deputados estaduais Ana Lúcia e Edney Caetano; os vereadores Conceição Vieira, Tânia Soares e Johnny Marcos, além de diversos secretários municipais prestigiaram a inauguração.

Comentários