Garantia-safra: cadastro se encerra nesta segunda

0
Agricultores devem fazer cadastro (Foto: Ascom/Pronese)

Termina nesta segunda-feira, 17, o prazo para o cadastro de agricultores afetados pela estiagem e que desejam ser inclusos no programa Garantia-Safra deste ano. A perspectiva é de atendimento a 25 mil agricultores familiares em 23 municípios afetados pela seca. Os agricultores atendidos pelo Programa de Crédito Fundiário devem fazer o cadastro na Empresa de Desenvolvimento Sustentável do Estado de Sergipe (Pronese), os assentados do programa de reforma agrária devem procurar o Instituto Nacional de Reforma Agrária (Incra) e os demais agricultores podem fazer o cadastro na Empresa de Desenvolvimento Agropecuário (Emdagro).

O Garantia-Safra é uma ação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) desenvolvida em parceria com os Governos Estaduais e Prefeituras, visando garantir condições mínimas de sobrevivência aos agricultores familiares de municípios que, sistematicamente, sofrem com a perda de safra, por motivo de seca ou excesso de chuvas, ocasionadas pelas mudanças climáticas.

“No momento, o governo está fazendo o cadastro dos agricultores para a próxima safra, ao mesmo tempo está pagando para aqueles que tiveram perda de safra em 2013 por motivo da estiagem”, informa o secretário executivo do Conselho Estadual do Desenvolvimento Rural Sustentável de Sergipe (CEDRS/SE), Sérgio Santana.
De acordo com Sérgio Santana, está prevista a liberação de R$ 17 milhões que chegam como forma de benefício para as 25 mil famílias de agricultores em 2014. Serão pagos R$ 850,00 por família, divididos em cinco parcelas no valor de R$ 170,00, cada uma. “Isso representa importante ganho para a economia dos municípios e do agricultor familiar num momento difícil para aqueles que perderam a safra”, explica Sérgio.

Em Sergipe já são contemplados com este benefício agricultores dos municípios sergipanos de Canindé do São Francisco, Poço Redondo, Porto da Folha, Monte Alegre, Nossa Senhora da Glória, Feira Nova, Nossa Senhora de Lourdes, Graccho Cardoso, São Miguel do Aleixo, Ribeirópolis, Nossa Senhora Aparecida, Frei Paulo, Tobias Barreto, Tomar do Geru, Itabi, Gararu,  Poço Verde, Canhoba e Lagarto.

São contemplados os agricultores que aderirem ao programa Garangia-Safra nos municípios onde foi detectada perda de, pelo menos, 50% da produção de arroz, feijão, mandioca, milho ou outras atividades agrícolas de convivência com o semi-árido. Os agricultores afetados receberão a indenização prevista pelo Garantia-Safra diretamente do governo federal, por meio de cartões eletrônicos disponibilizados pela Caixa Econômica Federal.

Com informações da ASN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais