Mais de seis mil contribuintes caíram na malha fina em Sergipe

0

Dados da Receita mostram que cerca de 500 mil pessoas caem na malha
Cento e setenta e um mil 541 contribuintes fizeram a Declaração do Imposto de Renda no Estado de Sergipe até o último dia 30 de abril. Desses, mais de seis mil caíram na chamada “malha fina” [revisão de todas as declarações para a verificação nos dados declarados pelos contribuintes, bem como cruzamento das informações com outros elementos disponíveis nos sistemas da Secretaria da Receita Federal].

De acordo com o auditor-fiscal da Receita Federal e supervisor do Programa do Imposto de Renda, Marlton Caldas de Souza, esse número pode aumentar ou diminuir. “Há alterações quanto ao número de declarações retidas em malha, que podem ser verificadas à medida que os contribuintes acessam o extrato de sua declaração e, verificando algum erro que cometeram, fazem uma retificação da mesma, por meio da declaração retificadora, a chamada autoregularização”, esclarece.

O extrato deve ser verificado no site da Receita e se houve equívoco, pode ser retificado. O contribuínte pode ainda comparecer a uma unidade da Receita Federal antes mesmo se ser notificado.

A incidência da declaração em parâmetros de malha, em situações específicas, interrompe o processamento até a solução dos problemas detectados, o que pode ser feito internamente pela Secretaria da Receita Federal (SRF), ou, nos casos em que é necessária a participação do contribuinte, mediante intimação para apresentação de informações e documentos.

Para se ter uma idéia, cerca de 500 mil contribuintes caem todos os anos na malha fina. E desse total, 10% são declarações que apresentaram falta de qualidade nas informações prestadas ao fisco, a exemplo de despesas médicas e aquisição de veículos novos.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais