Mercado: comerciantes opinam sobre fechamento na segunda

0

Comerciante de rações e gaiolas do Mercado Albano Franco, Givaldo Fagundes (Fotos: Portal Infonet)

José Aluísio Oliveira há mais de 20 anos tem uma vidraçaria no Mercado

Ana Lúcia Gomes e Josineide de Andrade Santos

"Se for para fazer a limpeza e higienização mesmo, tudo bem, acho que realmente é interessante". A opinião é do comerciante de rações e gaiolas do Mercado Albano Franco, Givaldo Fagundes, sobre o possível fechamento do Mercado Albano Franco nos dias de segunda-feira pela Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) para a limpeza do setor de pescados.

Para o comerciante José Aluísio Oliveira, que há mais de 20 anos tem uma vidraçaria no Mercado Albano Franco, a ideia não é boa, pois poderá prejudicar seu comércio. "Vai me atrapalhar, as coisas já não estão boas se fechar um dia útil na semana a tendência é piorar", disse ele.

Já a comerciante da área de alimentos, Ana Lúcia Gomes, que tem uma lanchonete dentro do Mercado Albano Franco há 13 anos, concorda com o fechamento do espaço nos dias de segunda. "Acho interessante que feche mesmo porque o mercado está precisando de limpeza", afirmou.

Assim como ela, Josineide de Andrade Santos, que tem um restaurante que abre todos os dias para o almoço, também é a favor da iniciativa da Emsurb. "Porque aqui é a gente trabalhando e os ratos passando. Tem que fechar todas as segundas para fazer uma limpeza geral. Por mim, fecha mesmo", informou.

Nesta tarde, 30, às 16 horas, o presidente interino da Emsurb, Luiz Roberto Dantas de Santana, vai se reunir com representantes da Associação dos Feirantes do Mercado Albano Franco para tratar do assunto.

Ontem, Luiz Roberto visitou as instalações do Mercado Albano Franco, dialogou com os feirantes e ouviu as reivindicações e sugestões a respeito do fechamento do local às segundas-feiras no período da tarde.

Ele informa que foi pessoalmente ao local para ouvir os comerciantes e fazer uma análise da situação que está dividindo opiniões entre os feirantes. "Nosso objetivo é encontrar uma solução que melhor atenda a todos”, disse Luiz Roberto.

A alteração de horário às segundas-feiras foi protocolada junto a Emsurb por uma comissão do setor de hortifruti, que alegam que, com o fechamento do setor de pescados para a limpeza, o restante da área comercial terá uma grande redução no fluxo de pessoas.

Atualmente, os mercados centrais Albano Franco, Antônio Franco e Thales Ferraz funcionam de segunda a quinta-feira das 6h às 17h, sexta e sábado das 5h30 às 17h, e aos domingos das 5h30 às 12h.

Por Moema Lopes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais