Micro Empreendedores do bairro Santa Maria recebem apoio da Sedetec e demais parceiros

0

O empreendedor do bairro Santa Maria, Ejinaldo dos Santos, 41, viu na ação promovida pelo Fórum Empresarial, através do Sebrae e da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), a oportunidade de saber mais informações a respeito do pequeno negócio que montou há seis meses na comunidade onde mora. Proprietário de uma pequena mercearia, anexa à sua casa, o vendedor de picolés que é casado e tem três filhos menores de idade, espera com essa nova atividade complementar a renda familiar, garantindo o sustento de todos. Para isso foi conhecer melhor sobre os benefícios da formalização de empreendedores individuais através das informações prestadas pelos representantes das duas instituições, durante atividade desenvolvida nos dias 30 e 31, na Unidade de Qualificação Profissional da Fundat.

“Tomei conhecimento desse serviço pelo agente de saúde que foi até a minha casa e me entregou um panfleto com as informações, daí resolvi vir até aqui para saber como posso me formalizar e contribuir com o INSS, sem aumentar demais meu gasto mensal e com isso também garantir uma segurança para a minha família, caso eu tenha algum problema de saúde”, disse Ejinaldo. Assim como ele, a professora Osvaldina Meneses, 48, esteve no local a fim de esclarecer suas dúvidas sobre a possibilidade de obter empréstimo junto às instituições financeiras, a fim de ampliar seu negócio. Ela mantém uma pequena escola no bairro com alfabetização para crianças de dois a seis anos. “Quero ampliar as instalações da escolinha e para mim foi mais fácil vir aqui obter as informações que preciso, de que ir até o Sebrae para buscá-las”, disse Osvaldina, que saiu satisfeita com o atendimento recebido.

De acordo com Aurélio Viana, técnico do Sebrae, no local os interessados podem conhecer os benefícios do programa de formalização, bem como as obrigações mensais a que serão submetidos e os documentos necessários para inscrição no programa. “Caso eles já venham com a documentação, que foi informada através do panfleto distribuído pelos agentes de saúde, fazemos aqui mesmo o cadastramento”, explicou. “Verificamos que muitos chegam aqui sem a declaração de isenção do IPTU, necessária para efetivar a ação, aí orientamos que procurem a Prefeitura de Aracaju a fim de adquirirem o documento e poder fazer o cadastro”, complementou o técnico da Sedetec, Floro França, ao destacar que foram realizados mais de 100 atendimentos nos dois dias de atividades.

Projeto Piloto

O projeto piloto foi desenvolvido com a ajuda dos agentes de saúde da comunidade, responsáveis por disseminar as informações, a fim de sensibilizar os potenciais empreendedores individuais sobre as vantagens da formalização. A ação realizada pelo Fórum Regional das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte foi resultado de uma parceria entre a Sedetec, Sebrae, Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde do Município de Aracaju (Sacema) e as Secretarias Municipais do Trabalho (Fundat) e da Saúde e teve como objetivo esclarecer os trabalhadores informais sobre os benefícios previdenciários, seguridade jurídica e reconhecimento pelo Estado, quando da formulação de políticas públicas. Conforme os coordenadores da atividade, após o bairro Santa Maria o projeto será estendido a outras localidades e também ao interior do Estado.

Fonte:Sedetec

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais