Milho Verde continua escasso na Ceasa

0

Milho
A tradição de comer milho verde durante os festejos juninos pode estar ameaçada por conta da falta do produto principalmente na capital sergipana.  Em virtude do período de estiagem, a safra será colhida este ano mais tarde e com isso, o milho está chegando na Central de Abastecimento de Aracaju (Ceasa), em quantidade reduzida e por preço acima do que foi comercializado ano passado.

 

Os comerciantes da Ceasa estão vendendo a mão de milho, com 50 espigas, por preços que variam de R$ 17 a R$ 20, o que vem gerando reclamações por parte dos consumidores que ano passado adquiriram a mão por uma média de R$ 10.  O atilho contendo duas espigas, sai por R$ um real na Ceasa. “Eu pensei em ir buscar milho no interior, mas os preços também estão salgados por causa da seca.  Como vendo milho, canjica e pamonha no Centro, as pessoas já estão reclamando da carestia, mas não podemos fazer nada se o produto ta caro demais”, afirma Maria Pureza de Jesus.

 

Na Ceasa, o produto chega todas as segunda e quintas-feiras dos Estados de Goiás e Pernambuco, assim mesmo em uma quantidade bem reduzida: quatro caminhões por semana.  “A nossa esperança é de que algum agricultor sergipano consiga colher pelo menos no final de junho para que os preços caiam e a nossas vendas aumentem”, espera o vendedor João da Silva.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais