Petrobras assina contrato para venda de campo terrestre em Carmópolis

0
A estatal petrolífera informou ainda que o contrato foi assinado nesta sexta-feira, 11, no Rio de Janeiro, junto à Energizzi Energias do Brasil Ltda (Foto: arquivo/Portal Infonet)

A Petrobras informou que já assinou o contrato para a venda da totalidade de sua participação no campo terrestre de Rabo Branco, localizado na Bacia de Sergipe-Alagoas, no município de Carmópolis. A estatal petrolífera informou ainda que o contrato foi assinado nesta sexta-feira, 11, no Rio de Janeiro, junto à Energizzi Energias do Brasil Ltda. O valor da venda é de US$ 1,5 milhão, pago em parcela única após a assinatura do negócio.

A Petrobras informou ainda que o fechamento da transação está sujeito ao cumprimento de condições precedentes, tais como o não exercício de direito de preferência pela atual consorciada Petrom Produção de Petróleo e Gás Ltda. (Petrom) e a aprovação pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A estatal também afirmou que a presente divulgação está de acordo com as normas internas da Petrobras e com as disposições do procedimento especial de cessão de direitos de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos, previsto no Decreto 9.355/2018.

Por fim, a Petrobras afirmou que essa operação está alinhada à estratégia de otimização de portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, passando a concentrar cada vez mais os seus recursos em ativos de classe mundial em águas profundas e ultra-profundas, onde a Petrobras tem demonstrado grande diferencial competitivo ao longo dos anos.

Sobre o campo de Rabo Branco  

O campo de Rabo Branco faz parte da concessão BT-SEAL-13, que está localizada ao sul do campo de Carmópolis, na Bacia de Sergipe-Alagoas, no estado de Sergipe. A Petrobras possui 50% de participação no campo de Rabo Branco, em parceria com a Petrom¹, que é a operadora e detém os demais 50%. A produção média de petróleo do campo, de janeiro a outubro de 2020, foi de 138 bpd.

Fonte: Petrobras

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais