Policiais civis paralisam plantões e deliberam por manifestações

0
Os policiais decidiram por não realizar plantões extraordinários nas delegacias. (Foto: Portal Infonet)

“Estamos há oito meses dialogando. Nós queremos agora é sentar com o governador para que ele diga se vai encaminhar os projetos ou não”, com essa frase o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Sergipe, Adriano Bandeira, explica a indignação dos sindicalizados, que deliberaram a paralisação da escala de plantões no fim de semana e a realização de manifestações em protesto contra o Governo de Sergipe.

Segundo Bandeira, a paralisação dos plantões no fim de semana se deve ao percentual de 4% da despesa pessoal da Secretaria da Segurança Pública (SSP/SE) para o pagamento das horas extras por meio do Retae, o que, conforme o sindicalista, já foi ultrapassado e poderá gerar um impedimento para o pagamento correto dos valores nos meses seguintes.

“Nós queremos agora é sentar com o governador para que ele diga se vai encaminhar os projetos ou não”, diz Adriano Bandeira. (Foto: Portal Infonet)

“Os policiais decidiram que não farão mais horas extras nas delegacias e que vão lutar pela incorporação do valor no próprio subsídio. Isso significa que o trabalho em muitas delegacias plantonistas e especializadas será prejudicado, tendo em vista que atualmente são as horas extras trabalhadas que seguram o funcionamento da Polícia Civil. Não há efetivo suficiente para a demanda e o policial civil não vai trabalhar a mais, em seu horário de folga, sem ser compensado financeiramente de maneira devida”, indica Bandeira.

O presidente aponta ainda que a assembleia realizada na noite da última quinta-feira, 6, no auditório da Academia de Polícia Civil (Acadepol), encaminhou mobilizações agendadas para os dias 11, 13 e 19, na Superintendência da Polícia Civil, na Central dos Flagrantes e no Palácio dos Despachos. O objetivo é que o governo aprove a revisão geral inflacionária e o Projeto Oficial de Polícia Civil (OPC).

O Portal Infonet entrou em contato com a assessoria de imprensa da SSP e recebeu a informação de que há uma nota a ser divulgada, mas que ainda se encontra sob análise do gestor da pasta. O Portal Infonet permanece à disposição de todos os citados. Informações podem ser enviadas por telefone (79) 2106 8000 ou por e-mail jornalismo@infonet.com.br.

por Daniel Rezende

Comentários