Retorno gradual do comércio anima CDL para o Dia das Mães

0
Retorno parcial das atividades começa já nesta terça-feira (Foto: arquivo Portal Infonet)

A flexibilização do decreto estadual anunciada nesta segunda-feira, 27, que autoriza o retorno gradual de alguns setores do comércio, em Sergipe, animou a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Aracaju (CDL/Aju). De acordo com Brenno Barreto, presidente da entidade, os lojistas já haviam feito essa proposta de retorno gradual – vontade agora atendida pelo novo decreto.

O retorno das atividades comerciais acontece cerca de dez dias antes do Dia da Mães, importante data para os lojistas. Setores como os de cosméticos e perfumaria, lojas de relojoaria e joias e lojas de móveis, colchões e eletrodomésticos, que estão com o retorno das atividades programado para o dia 2 de maio, devem ser os mais beneficiados pela medida.

Apesar de considerar a medida positiva, Brenno diz que os lojistas precisam manter cautela e entender o comportamento do consumidor nos próximos dias. “Ainda vamos observar como vai ser essa procura do consumidor. O ponto mais positivo desse retorno gradual é que os lojistas terão tempo para se prepararem e se adequarem a todas medidas de segurança”, explica Brenno, em referência as exigências do decreto que determinam o uso de máscaras entre funcionários e clientes, controle da entrada dos consumidores e disponibilização de álcool gel e outros itens de higienes.

O comércio está fechado, em Sergipe, há cerca de 40 dias. O decreto que determinou o fechamento do chamado ‘comércio não essencial’ foi anunciado no dia 20 de março, pelo governador Belivaldo Chagas, como medida para reduzir a aglomeração de pessoas. Durante esse período de inatividade, o governador se reuniu com empresários para discutir o retorno das atividades de alguns setores, e por duas vezes chegou a adiar o retorno do comércio.

Conforme o decreto anunciado nesta segunda-feira, a partir de hoje já está autorizado o funcionamento de escritórios de advocacia, escritórios de contabilidade, locadoras de veículos e lojas de tecidos e armarinhos. No dia 2 de maio serão liberadas as lojas de cosméticos e perfumaria, lojas de relojoaria e joias e lojas de móveis, colchões e eletrodomésticos. E, no dia 4 de maio, consultórios médicos, mediante prévio agendamento com hora marcada, lojas de papelaria e livrarias, lojas de produtos de climatização e serviços especializados de podologia. O uso de máscaras, que antes era recomendado, agora se tornou obrigatório em Sergipe.

Por Ícaro Novaes

Comentários