Sergipe dobrou o número de vagas de emprego em 2010

0

Número de vagas criadas é o dobro do saldo gerado em 2009 (Foto: Arquivo Infonet)
Sergipe ocupa a quinta posição em geração de empregos no Nordeste, segundo divulgou o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) nesta segunda-feira, 20. Foram criadas 20.837 vagas, sendo quase o dobro do saldo gerado em todo o ano de 2009 (11.198 vagas).

Em todo o país surgiram 2.544.457 vagas de emprego, melhor resultado da série histórica para o período, representando, no ano, um crescimento de 7,7% do estoque de empregos formais. O saldo de novembro foi de 138.247 vagas, segundo maior saldo da série histórica.

O Sudeste liderou com 37,7% do saldo. O Sul ficou com 32,4% e o Nordeste ficou responsável por 26,9% das vagas geradas em novembro. A liderança, na região, foi da Bahia, com 28,7% do saldo.

Em novembro, Sergipe apresentou, ainda, o segundo melhor saldo para o período na série histórica, desde 2000, com 2.552 vagas. Esse saldo ficou atrás apenas do obtido no mesmo período de 2009, quando foram geradas 2.991 vagas. O saldo de novembro representou queda de 46,6% em relação a outubro (4.777 vagas). O setor do Comércio liderou o saldo do mês, com 40,9% das vagas do estado, seguido pela Indústria de Transformação, com 23,2% do saldo.

No ano, o setor que mais se destacou foi Serviços, com 28,5% dos postos gerados (5.942 vagas) seguido pelo setor da Indústria de Transformação com 23,4% das vagas, isto é, 4.868 vagas. O pior desempenho foi da Administração Pública, com saldo de apenas 85 vagas. 

A cidade de Aracaju gerou em novembro 1.206 vagas, maior resultado da série histórica, sendo 12,5% superior ao maior saldo verificado até então, em novembro de 2009 com 1.072 vagas (Gráfico 3). No acumulado do ano, a capital já apresenta 9.439 vagas, também o maior saldo da série histórica.

País

No país, o Comércio liderou a geração de vagas, com 131.336, seguido pelo setor de Serviços. Indústria de Transformação e Agricultura tiveram saldo negativo. No Nordeste, a liderança também foi do Comércio, com mais da metade das vagas (75,2%), seguido pelo setor de Serviços com 33,4% do saldo. Diferente do país, a Indústria de Transformação não apresentou saldo negativo, tendo o 3º maior saldo (3.491 vagas). A Agricultura, entretanto, também registrou saldo negativo (-6.377 vagas).

Com informações do Dieese

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais