Servidores do MPE/SE farão ato nesta segunda-feira, 15

0

Categoria luta por melhorias salariais, mas ainda não conseguiu uma resposta do MPE (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Servidores do Ministério Público Estadual (MPE/SE) irão realizar na manhã desta segunda-feira, 15, um ato com a finalidade de cobrar uma posição quanto ao reajuste salarial. A data-base é 20 de janeiro, mas até agora a procuradoria geral do MPE não apresentou uma proposta oficial sobre o reajuste dos servidores.

O coordenador jurídico do Sindicato dos Servidores do Ministério Público Estadual (Sindsemp), Gleberton Santos informou que a categoria está pleiteando a recomposição salarial.

“Até agora o Ministério Público Estadual não acenou com nenhuma proposta para a categoria, mas há informações de que pode seguir o Tribunal de Justiça de Sergipe e o Tribunal de Contas que concederam reajuste de 6,5% aos servidores. O ato desta segunda-feira é para cobrar um definição”, diz.

A categoria estará a partir das 7h na frente do prédio do Ministério Público Estadual, no bairro Capucho, lutando pela valorização e destacando que os servidores do MPE/SE recebem um dos piores salários do país. Para se ter uma ideia, enquanto em Sergipe, um analista recebe R$ 1.958, 04 e um técnico, R$ 1.013, 13, no Amazonas, o salário do analista é de R$ 10.718,64 e do técnico, R$ 5.261,06.

"O Sindsemp tem conversado sobre o reajuste dos sevidores com o Procurador Geral de Justica, Jose Rony da Silva Almeida, desde novembro do ano passado.Nós estamos pedindo, no mínimo, a correção inflacionária de 10,67%, mas ate a presente data, o procurador não apresentou uma proposta oficial para categoria. O Tribunal de Justiça e o Tribunal de Contas ja deram um reajuste de 6,5% para os seus servidores, mas no MPE ainda não tem nenhum pronunciamento, sendo que nossa data base foi em 20 de janeiro", explica Gleberton Santos.

O Portal Infonet tentou ouvir o procurador Rony Almeida sobre a situação, mas não obteve êxito e continua a disposiação pelo telefone 2106-8000 ou pelo e-mail jornalismo@infonet.com.br

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais