Terminal Pesqueiro de Aracaju será gerido pela iniciativa privada

0
Terminal pesqueiro esperando a contrapartida do Governo Federal (Foto: Marcelle Cristinne/ASN)

O Terminal Pesqueiro de Aracaju será gerido por iniciativa privada através do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do Governo Federal. Além de Aracaju, serão entregues à iniciativa privada os terminais de Natal, Vitória, Santos (SP) e Cananeia (SP).

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento será o responsável pela realização das licitações conforme publicação do Diário Oficial da União. Até a entrega da obra, os pescadores continuam utilizando uma área improvisada na lateral do futuro terminal para beneficiamento e comercialização dos pescados.

O Secretário de Estado da Agricultura, André Bomfim, considera a notícia animadora para o setor pesqueiro de Sergipe. “A Seagri vem lutando para que o Governo Federal libere os recursos do convênio que faltam para que o Terminal fique pronto e seja posto em funcionamento, mas os R$ 8 milhões que faltavam não chegaram a ser descentralizados pelo MAPA. Sabemos que a população sergipana aguarda com ansiedade a conclusão do Terminal Pesqueiro, para fortalecer a comercialização do pescado, o trabalho das marisqueiras, pescadores e dar a esse segmento fundamental da economia melhores condições de atuação, modernizando o processo de beneficiamento do produto”, avaliou André.

Obra

A obra encontra-se 97% concluída, referente à estrutura física e atracadouro. O Terminal irá atender marisqueiras e mais de 12 mil pescadores que fazem parte das 27 colônias situadas na grande Aracaju e região Sul do Estado. Conta com 1.256 m² de área, sendo 632 m² para o cais de atracação. O espaço conta com dois níveis, compostos por dependência administrativa, com lobby, lanchonete, cozinha, salas de reunião, administrativas e para treinamento, além de sanitários.

por Aisla Vasconcelos

Comentários