Celpe: Inep lança cartilha do participante para inscritos no exame

0
O objetivo é orientar os candidatos para o exame de proficiência, a partir das dúvidas mais frequentes (Foto: ilustrativa/ Maria Odília)

O Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras) tem agora uma cartilha do participante. O documento, desenvolvido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), está disponível na página do Celpe-Bras, no Portal do Inep.

O objetivo é orientar os candidatos para o exame de proficiência, a partir das dúvidas mais frequentes. O material também visa ajudar os postos aplicadores de todas as regiões brasileiras e continentes no atendimento aos inscritos. O Inep, entretanto, reforça a importância da leitura dos editais e da seção de orientações sobre a edição vigente, com cronograma e dicas para antes, durante e após a aplicação do exame.

O Inep não realiza atendimento individual aos participantes, a não ser em casos excepcionais comunicados pelos postos. Dúvidas não selecionadas por meio da cartilha, edital ou seção de orientações devem ser encaminhadas ao posto aplicador. O Portal do Inep tem os contatos de todos os postos aplicadores no Brasil e no exterior.

Celpe-Bras – O exame para obtenção de Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras) é aplicado anualmente, em duas edições, no Brasil e no exterior. O público-alvo são estrangeiros e brasileiros cuja língua materna não é a Língua Portuguesa. O Celpe-Bras é o certificado brasileiro oficial de proficiência em português como língua estrangeira.

O Inep é responsável pela aplicação, com apoio do Ministério da Educação e em parceria com o Ministério das Relações Exteriores. As provas são realizadas em postos aplicadores: instituições de ensino superior no Brasil e no exterior, representações diplomáticas e missões consulares do Brasil no exterior, centros e institutos culturais brasileiros e estrangeiros e instituições congêneres interessadas na promoção e na difusão da Língua Portuguesa.

Fonte: MEC

Comentários