Dia do estudante será comemorado com passeatas

0

Serão realizadas passeatas em cinco cidades do estado (Foto: Arquivo Infonet)

Na próxima quinta-feira, 11, será celebrado o dia dos estudantes e em Sergipe a União Sergipana de Estudantes Secundaristas (Uses) realizará uma série de manifestações em várias regiões do estado. Os atos terão como objetivo divulgar os problemas enfrentados pelos estudantes sergipanos e divulgarão algumas reclamações relativas a investimentos na educação.

O presidente da Uses, Aby Custódio informou que as manifestações irão acontecer nas cidades de Aquidabã, Neópolis, Poço Redondo, Umbaúba e Aracaju. “A gente vai promover passeatas e debates como forma de protesto e de comemoração pelo dia do estudante”. Entre as causas debatidas pelos estudantes, está o pedido de ampliação dos campi universitários no estado, já que a região do sertão não possui campus de universidade pública. “O dia dos estudantes é o momento de pressionar e exigir que a universidade chegue até o sertão, que é uma região muito rica em diversos aspectos”, comentou Aby Custódio.

Transporte escolar e reformas nos prédios que abrigam escolas também serão lembrados pelos eventos. “Faremos passeatas em Neópolis já que as escolas Caldas Júnior e Pereira Lobo estão com problemas nas licitações para reforma, as obras começaram e estão paralisadas. Já em  Aquidabã nossa reivindicação é o transporte escolar, pois já faz quatro meses que os alunos não têm aula por falta de convênio entre a prefeitura e a Secretaria de Estado da Educação, nos dois casos faremos passeatas para chamar atenção da sociedade”, considera o presidente da Uses.

Parceria

Em Umbaúba os eventos de comemoração pelo dia do estudante serão resultados de trabalho conjunto entre a Prefeitura Municipal, a Uses e os grêmios estudantis da cidade. Segundo Aby Custódio, essa parceria foi possível pois o dia do estudante foi oficializado no calendário municipal. Serão realizados eventos esportivos, atividades folclóricas e shows em praça pública.

O presidente da Uses ressalta a importância da parceria do movimento com as famílias dos estudantes. “ As manifestações são para o público estudantil, mas é importante atrair a família para mostrar aos pais os problemas das escolas. Há casos em que não existe banheiro, , bebês tomam água em garrafas de refrigerante, obras inacabadas, por esses motivos é muito importante que as famílias participem, para que se conheça a realidade enfrentada pelos estudantes e se trabalhe na melhoria do ensino público”.

Atividades na capital

Na sexta-feira, 12,  em Aracaju o movimento irá deve se reunir para mais protestos. “Faremos passeata que sairá as 14h da Praça Tobias Barreto e seguirá para a Praça Fausto Cardoso. Essa passeata será pela valorização da educação e por mais investimentos na educação pública. Iremos reivindicar também meia passagem intermunicipal, cumprimento da lei de meia entrada e pela expansão da universidade pública para o baixo São Francisco e para o Sertão.Para esse evento, contamos com um número maior de participantes, já que serão estudantes de várias cidades”, afirma Aby Custódio.

Por Caio Guimarães e Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais