Escolas públicas emplacam primeiros lugares no vestibular

0

Todos os anos o dia do resultado do vestibular é de emoção e expectativa. Este ano não foi diferente, mas uma grande novidade foi a procedência do primeiro colocado geral. Demetrius Silva de Santana é aluno do Cefet e prestarou vestibular no esquema de Processo Seletivo Seriado, o que também é uma surpresa, pois segundo o coordenador do Concurso Vestibular da UFS, Manoel Leite os primeiros colocados anteriores concorriam sempre no PSS Geral.

Os professores do Cefet que estavam no auditório da reitoria esperando o resultado, divulgado pontualmente às 15h pelo reitor Josué Modesto, não escondiam a felicidade. “Falei com o Demetrius hoje e ele disse que já estava de cabeça raspada e
Anselmo Vasconcelos e Helena Bonaperte: professores do Cefet orgulhosos
só ficaria satisfeito se fosse o 1° lugar”, declarou o professor de matemática Anselmo Vasconcelos. O estudante está atualmente no Canadá fazendo um curso de intercâmbio, custeado por um programa de bolsas de estudo que ganhou recentemente.

Para muitos professores de cursos e colégios particulares a surpresa foi grande por não ter emplacado os primeiros lugares. Mas, para o coordenador da CCV, Manoel Leite, essa é uma boa estatística, e revela que “é só ter vontade que teremos uma escola pública de qualidade”.

Além do Cefet, outra instituição pública que se destacou neste
vestibular, repetindo feitos de anos anteriores, foi o Colégio de Aplicação. Mesmo sem ter nenhum nome entre os dez primeiros colocados na classificação geral, várias primeiras colocações de cursos foram para
Carla Priscila e Cecília contentes com a vitória
os alunos do Codap, entre eles Matemática Licenciatura Noturno, Geologia, Engenharia Agronômica e Química licenciatura.

Para a primeira colocada em Matemática Licenciatura, Carla Priscila Santos, “passar em primeiro lugar não é tão importante, o importante é que é na UFS. As horas de estudo valeram a pena, mas não esperava ficar nessa colocação”. Sua amiga Cecília Santos Silva, que levou o 1° lugar em Química Licenciatura, confessa: “a emoção é muito grande, não tenho nem palavras”.

O também aluno do Codap, Vitor A. S. Viana, ficou em quarto lugar em Física bacharelado. “Cada colega meu que passou vai fazer uma festa diferente”, e não foram poucos os colegas de Vítor que passaram na UFS, segundo um levantamento preliminar a diretora da escola Marlucy Gama, a aprovação foi de mais de 60%.

Ritual: Vítor comemora cortando o cabelo
Vítor só lamenta o fato de que o mérito muitas vezes não vai para sua escola. Ele conta que um colega passou em medicina na UFBA e o nome dele saiu estampado numa faixa com o nome do cursinho pré-vestibular no qual estava matriculado. “O colégio é bom, mas infelizmente poucos sabem dessa qualidade”.

Marlucy vê essas práticas de divulgação como “oportunista”. “Não têm outra palavra para descrever o que essas pessoas fazem. Eles tratam a educação como moeda. O objetivo é fabricar um produto lucrativo e atraente para o mercado”.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais