Estudante sofre tentativa de estupro dentro de banheiro na UFS

0
A estudante foi abordada pelo suspeito dentro do banheiro feminino da didática IV (Foto: arquivo Portal Infonet)

Uma estudante universitária do curso de pedagogia da Universidade Federal de Sergipe (UFS) do campus de São Cristóvão sofreu uma tentativa de estupro na noite da quarta-feira, 29, no banheiro feminino na Didática IV. De acordo com relatos de uma colega de sala, que prefere não se identificar por receio, um homem estava dentro do banheiro aguardando alguma vítima.

“Por volta das 21h, a vítima e uma colega foram ao banheiro. A colega ficou do lado de fora falando ao celular e ela entrou. Quando ela estava tirando a roupa para fazer suas necessidades, um homem, que estava escondido no banheiro, abordou a menina, disse que estava armado e que ela não reagisse, mas ela gritou. Foi quando a amiga entrou também, veio o pessoal da limpeza e outros estudantes”, conta.

A universitária disse que o homem conseguiu fugir de moto. Segundo as descrições dos estudantes, o suspeito é moreno claro, alto, usava uma calça jeans, pochete e uma camisa que parecia farda de empresa. “As pessoas acreditam que ele seja funcionário de uma empresa de moto táxi, mas não se sabe ainda”, diz a amiga da vítima.

Insegurança

A estudante diz que não se sente segura na Universidade, e que as câmeras ficam concentradas nas áreas de estacionamento e alguns pontos do campus, mas que as didáticas ficam desprotegidas. “Tem uma empresa de segurança que faz rondas, mas é mais para guardar o patrimônio e não para a segurança dos alunos. Nós buscamos sempre andar em grupos para tentar nos proteger e não sermos alvos fáceis, mas nem sempre adianta. Desde a terça-feira, 28, que circulou a informação de que um homem estava tentando estuprar meninas, mas nada oficial, mas quando foi ontem aconteceu isso com uma colega de sala. Agora estou ainda mais receosa”, ressalta.

A 1º Companhia Independente da Polícia Militar (1º CIPM) informa que uma guarnição atendeu a ocorrência na UFS na noite de ontem, e confirma que populares tentou deter o suspeito, que segundo a polícia se passa por motoboy, mas ele conseguiu fugir. “Quando os policiais chegaram ao local o suspeito não estava mais lá, foram passadas algumas caraterísticas dele, e o que nos disseram é que ele se passava por motoboy para ter acesso à universidade, provavelmente ele trabalha em alguma empresa”, explica capitão Jamisson.

Ainda segundo a PM, a vítima foi orientada a registrar o Boletim de Ocorrência (BO). Capitão Jamisson disse que a PM tem conversado com o reitor da UFS no sentido de restringir o acesso de pessoas ao campus. “Ali é um grande condomínio e qualquer pessoa tem acesso. Essa é uma preocupação da polícia que inclusive já vem conversando com o reitor sobre maneiras de restringir esse acesso e evitar situações como essa”, conta.

O militar alerta a população sobre a procedência dos motoristas de transportes individuais de passageiros. “Principalmente nesses aplicativos, muitos motoristas têm problemas processuais e estão circulando porque não há um controle”, conclui.

UFS

O Superintendente de Serviços de Infraestrutura da UFS(Infraus), professor Antônio Américo Cardoso, informa que uma estudante compareceu até a Divisão de Vigilância da UFS e registrou um boletim de ocorrência em que narra uma tentativa de estupro dentro de um banheiro de uma das didáticas do Campus de São Cristóvão.

Ele informa que ao ter conhecimento da ocorrência, a Infraus imediatamente acionou a vigilância para que todas as informações possíveis fossem obtidas e repassadas integralmente às autoridades policiais competentes.

Antônio Américo Cardoso confirma os relatos de alunos que não existem câmeras na área das Didáticas [onde ocorre o maior fluxo de alunos], mas que estão procurando imagens da moto nas demais câmeras da UFS.

Por Karla Pinheiro

Comentários