Greve: servidores da UFS realizam nova assembleia

0
Servidores da UFS fazem assembleia para discutir rumos da greve (Fotos: Portal Infonet)

Prestes à completar 90 dias em greve, servidores da Universidade Federal de Sergipe (UFS), se reuniram na manhã dessa no auditório da  Associação dos Docentes da Universidade Federal de Sergipe (ADUFS-SSIND), com objetivo de discutir novas ações da paralisação da categoria, para pressionar o governo federal.

De acordo com a representante da Adufs, Brancilene Araújo, a categoria tem tentando negociar com o governo, mas sem retorno. Os servidores já estão em paralisação há quase 90 dias, e com isso milhares de estudantes estão fora das salas. “Nós estamos tentando negociar e lamentamos a situação dos estudantes que assim como nós já estão com o período letivo ameaçado. Então se a categoria não obtiver uma sinalização favorável do governo, a greve permanecerá por tempo indeterminado”, salientou.

Brancilene teme que universidades não tenham condições de manter serviços ativos

Ainda de acordo com Brancilene Araújo, a categoria vem sofrendo com o corte de R$ 9,4 bilhões para a Educação, anunciado em junho deste ano. Além do reajuste salarial e melhores condições de trabalho, os servidores lutam para que seja realizando um concurso público para preencher os quadros das unidades de ensino, que estão com déficit.

“As Universidades estão demitindo funcionários terceirizados e cortando bolsas de estudos pois não estão conseguindo se manter com o corte de verba violento que o governo implementou. Na UFS em 2014 o orçamento era de R$ 496 milhões, Esse ano, o empenho é de apenas R$ 255 milhões. Como vamos manter as nossas atividades”, questionou.

A paralisação dos servidores da Universidade Federal de Sergipe (UFS) foi iniciada no último dia 28 de maio, e completa 90 dias na próxima sexta-feira, 28.

Por Adriana Meneses 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais