Professores farão assembleia para decidir se voltam às salas de aulas

Aulas presenciais da rede estadual de ensino foram retomadas nesta terça-feira, mas os professores mantêm a greve (Foto: ASN)

As aulas presenciais na rede estadual de ensino foram retomadas nesta terça-feira, 17, sem os professores que decidiram continuar com a greve. Mesmo com a determinação judicial suspendendo a greve deflagrada no mês de maio, os professores mantêm as aulas apenas no ensino remoto.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Sergipe (Sintese), a categoria ainda não foi notificada da decisão e por conta disso, a greve está mantida. A presidente do Sintese, Ivonete Cruz, adianta que irá convocar uma assembleia assim que o sindicato for notificado.

“Vamos chamar a assembleia ainda essa semana, com os professores da rede pública e são eles que vão decidir se retornam ou não para as atividades presenciais. Mas, por enquanto, os professores permanecem em ensino remoto”, afirma.

Entenda

Em maio os professores da rede pública deflagraram a greve “Em Defesa da Vida” exigindo do Governo condições necessárias para o retorno das aulas presenciais, inclusive a antecipação da segunda dose da vacina contra a covid-19 da comunidade escolar.

Coma redução dos números da doença em Sergipe, o Governo anunciou o retorno das aulas presenciais na rede estadual de ensino no dia 17 de agosto.

Como os professores mantiveram a greve e as aulas remotas, o Estado entrou na justiça com um pedido de suspensão do movimento. Na última segunda-feira, 16, o desembargador Osório de Araújo Ramos Filho, acatou o pedido do Governo e determinou a suspensão imediata da greve e retorno dos professores às atividades.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais