Furacão vence e lidera isolado

0

Atlético Paranaense bate Fluminense no Maracanã
Poucos apostariam, no início do Campeonato Brasileiro ou mesmo ao final do primeiro turno, que o torneio se resumiria a isso: quatro paulistas tentando parar um paranaense. O Atlético, sempre guiado por Washington, artilheiro da competição com 28 gols, atingiu a liderança isolada neste domingo, com 75 pontos. Em sua cola estão Santos (73), São Paulo (71), Palmeiras (71) e São Caetano (68, com um jogo a menos). Só para queimar a língua de quem apostou que um campeonato por pontos corridos não teria emoção.

Sem Robinho, que teve sua mãe seqüestrada no sábado, o Santos não saiu do empate fora de casa diante do Criciúma, neste domingo, e deixou o caminho livre para o Atlético-PR assumir a ponta do Brasileirão.

O Furacão, por sua vez, não frustrou as expectativas e virou o jogo para cima do Fluminense, no Maracanã, aos 47 minutos do segundo tempo. Washington foi o destaque da partida, marcando o gol de empate e encobrindo o goleiro para Fernandinho completar, na virada. Em Criciúma, mesmo pressionado durante bom tempo do jogo, o Peixe portou-se bem, saiu na frente e teve a chance de vencer, mas cedeu o empate e depois esbarrou na atuação iluminada do goleiro Roberto.

Em dois momentos de blitz, São Paulo e São Caetano golearam Botafogo e Ponte Preta, e mantiveram as chances do título. No Morumbi, três minutos de inspiração de Diego Tardelli quebraram o empate por 1 a 1 e decretaram a goleada Tricolor, com um gol e duas assistências. O atacante ainda faria mais um.

Em Campinas, o Azulão abriu 2 a 0 na Macaca nos primeiros três minutos e apenas administrou o resultado. No meio da semana, o time do ABC recebe o Paraná e precisa vencer para chegar aos mesmos 71 pontos de São Paulo e Palmeiras. No Beira-Rio, o Corinthians fez seu último jogo contra um gaúcho no torneio e levou de 3 a 0 do Inter. Ao todo, foram dois empates e quatro derrotas do Timão contra equipes do Rio Grande do Sul.

Mesmo atuando com o apoio da torcida contra o Paysandu, no sábado, o Palmeiras passou um grande sufoco e venceu por apenas 1 a 0, gol de Pedrinho em pênalti duvidoso, aos 25 minutos do segundo tempo. Foi a quinta vitória seguida do Verdão do torneio.

Flamengo e Paraná saíram da zona de rebaixamento ao vencer em casa Guarani e Grêmio, respectivamente. O Rubro-negro chegou ao gol com Júnior Baiano, de falta, e o Tricolor paranaense com Vicente, nos acréscimos do segundo tempo. Grêmio, com seis derrotas consecutivas, e Guarani, até então invicto sob o comando de Picerni, agora dependem de milagres para se salvar.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais