Governador em exercício prestigia a abertura da Conferência Estadual de Esporte

0

O governador em exercício, Manuel Pascoal Nabuco DÁvila, participou hoje pela manhã da abertura da 1ª Conferência Estadual do Esporte no Centro de Convenções de Sergipe. Durante o evento serão selecionados 20 delegados que representarão o Estado durante a Conferência Nacional do Esporte, em Brasília, e a aprovação de propostas para uma Política Nacional de Esporte e Lazer. A solenidade teve a apresentação do Coral Luz do Sol e de atletas estaduais, com a participação de portadores de deficiência física. A coordenadora nacional de mobilização do esporte, Andréa Nascimento Ewerton, representando o ministro dos esportes Agnelo Queiroz, esteve na abertura do evento. Disse que o grande desafio do atual governo é a consolidação do esporte e do lazer como direito social. Para que isso seja possível, disse Andréa, se faz necessário a participação popular de todo país, como parceiros nesta ação. “Fico muito feliz que o governo de Sergipe tenha aceitado o convite do Ministério para a participação deste processo, mesmo com pouco tempo o Estado está perfeitamente organizado para o debate com a população e saber o que Sergipe vai levar para a Conferência Nacional”. Fazem parte do programa 2.500 municípios que discutirão e contribuirão para um diagnóstico preciso sobre a atual situação do esporte nacional. O secretário Estadual de Esporte, Genicildo Pereira, disse que a estimulação da prática de atividades físicas é importante, pois têm ligação direta com a redução de fatores de riscos mais evidentes, tais como fumar, a hipertensão, o sedentarismo e outros mais. “Temos também a obrigação de fazer com que se faça o correto uso do esporte, seria inviável ver a prática de exercícios físicos como um mero modismo para a sociedade. Por isso, o Governo do Estado viabilizou o implemento de um trabalho ativo de reestruturação do esporte tendo prioridade a criação da Secretaria de Estado da Juventude no Esporte, tendo como maior objetivo de inserir o esporte num contexto social especificamente como um instrumento formativo na inclusão social”, explanou. O governador em exercício falou do prazer que Sergipe tem em participar deste evento do governo federal. “O esporte do campo do indivíduo e das comunidades pode trazer solidariedade, alto-estima, respeito ao próximo, facilidade na comunicação, tolerância, sentido no coletivo, disciplina, capacidade de liderança, respeito à regras, noções de trabalho em equipe, vida saudável além de combater à doenças, a evasão escolar, o uso de drogas e da criminalidade”, completou.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais