Liga de Campeões CAPS de Futsal chega a 4ª edição

0
Abertura de evento aconteceu nesta sexta (Foto: Ascom SES)

A integração entre usuários de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) de todo o Estado marcou a abertura da 4ª edição da Liga de Campeões CAPS de Futsal, realizada na manhã desta sexta-feira, 5, no ginásio do SESI do conjunto Augusto Franco.

Fruto de uma parceria entre a Associação Conviver e a Secretaria de Estado da Saúde (SES), a edição do evento reúne 275 usuários atletas, que representam 16 unidades do serviço espalhados pelos municípios sergipanos.

Além da SES, apoiam o evento a Secretaria de Estado, do Esporte e Lazer, o BANESE, a Secretaria de Esportes de Aracaju, além das Secretarias da Saúde dos municípios participantes.

Após a cerimônia desta sexta, os jogos acontecem a partir do dia 9 deste mês e seguem até o dia 20 de novembro. Os jogos serão realizados através de partidas de ida e volta entre as unidades. Cada time fará no mínimo sete jogos, mesmo que não chegue tão longe da competição. A organização deste ano optou por valorizar a quantidade de jogos por unidade, ao invés de favorecer apenas as equipes vencedoras.

Satisfeito, o usuário Eraldo Santos Santana, 38, do CAPS Valter Correia, em São Cristóvão, conta que espera durante todo o ano pela realização da competição. "Este é o meu terceiro ano como jogador e eu acho esse campeonato muito importante porque, além encontrar outros colegas de outros CAPS, nós fazemos atividade física. Nosso time não está tão bom neste ano, mas como sei que vamos ter muitos jogos, sei que posso me divertir mais. Espero participar de muitos outros ainda", disse.

A coordenadora de Atenção Psicossocial da SES, Sony Petris, destacou a atividade esportiva como terapia reabilitadora. "Nós acreditamos que o esporte proporciona a melhoria da autoestima, da integração e apostamos que, se os serviços se organizarem como vêm se organizando e demonstrando que é possível organizar uma atividade esportiva frequente, a gente promove mais respeito e participação por parte dos usuários que se sentem como integrante de alguma coisa positiva", afirmou.

De acordo com o vice-presidente da Associação Conviver, Demétrio Reis, a competição vem ganhando força até em outros Estados. "Essa ideia partiu da necessidade dos usuários em fazer uma atividade de lazer e esportiva dentro dos CAPS. Isso foi amadurecendo com o tempo e então, em 2009, nos reunimos e fizemos o primeiro o primeiro torneio inter-CAPS de Sergipe. Desde então, vimos que a adesão aumentava cada vez mais. Para o próximo ano, inclusive algumas unidades de Centros Psicossociais da Bahia e de Alagoas já se interessaram em vir participar do nosso evento. Essa atividade é um instrumento para a mudança das pessoas, por isso queremos atingir um número cada vez maior de pessoas", apontou.

"A integração dos usuários do Caps, seja com atividades relacionadas ao esporte, lazer, família e atividades lúdicas incentivam a socialização dessas pessoas. É muito importante ver a dedicação da equipe que torna isso uma realidade e a participação de usuários e familiares nesse projeto. É a humanização da Atenção Psicossocial", conclui o secretário estadual da Saúde, Silvio Santos.

Fonte: Ascom SES

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais