Riachuelo encara Amadense com seriedade

0

O técnico do Riachuelo, Luiz Carlos Bossa Nova, encara o Amadense como um adversário difícil e que merece todo respeito. “Nós vamos para Cristinápolis com o objetivo de conquistar os três pontos, no entanto essa história de já ganhou não passa pela cabeça dos jogadores e comissão técnica” destacou. Bossa Nova tem uma dúvida no meio-de-campo. Ele não sabe se escala Juninho ou Esquerdinha. No coletivo desta tarde é que o treinador rubro-negro vai definir os titulares. Se não tiver nenhum problema, ele deve colocar em campo: Rodrigues, Biro, Eri, Alex, Alex e Catuba; Weller, Didi, Orlando e Juninho (Esquerdinha); André e Nilson. O empresário Antonio Carlos Franco Sobrinho afirmou que o Francisco Leite estará pronto para a realização de jogos de grande porte contra o Sergipe e Confiança. Segundo ele, caso o time passe pelo Amadense, na final diante do Dragão serão contratadas arquibancadas móveis para dar mais conforto aos torcedores no estádio. Antonio Carlos disse ainda que a diretoria está mantendo contatos para trazer mais reforços para o hexagonal. “Nós queremos o time forte para quem sabe disputar o titulo de campeão estadual”, disse o empresário destacando que a direção do Riachuelo tem projeto até para participar da Copa do Brasil de 2005.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais