Simões tranqüiliza torcida e diz que está sob efeito suspensivo

0

O técnico do Confiança, Mauricio Simões, desmentiu boatos de que teria sido punido pelo Tribunal de Justiça da Paraíba com 150 dias de suspensão e que não poderia comandar a equipe proletária dos estádios. O treinador azulino explicou que os dirigentes do Campinense entraram com efeito suspensivo e com isso pode dirigir o time nos dois jogos finais do Campeonato Paraibano, onde se tornou campeão após vencer o Treze duas vezes seguidas, uma por 1 a 0 e outra por 2 a 1. “ Estou tranqüilo e posso adiantar que a lei me faculta o direito de comandar o Confiança até acontecer o julgamento para decidir o mérito da questão”, disse Simões, ressaltando que a preocupação está voltada para o jogo contra o Olímpico, que é um adversário difícil de ser batido, principalmente porque atua em seus próprios domínios e possui bons jogadores. Simões terá os retornos de Rivelino e Maurão. Os dois jogadores cumpriram suspensão automática no empate contra o Sergipe e estão à disposição da comissão técnica. O treinador proletário comandou um treino técnico e tático, no campo da Unit, uma vez que o gramado do Estádio Sabino Ribeiro está completamente alagado. Os jogadores realizaram jogadas aéreas e cobranças de faltas e escanteios. No final do treino, Gil, Rivelino e Bruno cobraram penalidades máximas, onde o goleiro Fábio demonstrou mais uma vez porque é o melhor jogador da posição. Jaedson recebeu o terceiro cartão amarelo. O lateral terá que cumprir suspensão. Nei deverá ser o seu substituto. Com isso, Maurão retorna a zaga. Simões confirma o time após o coletivo apronto, que acontece na próxima sexta-feira, no campo da Universidade Tiradentes.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais