Tênis de mesa disputa torneio na Holanda

0

Eles levam vantagem. Estão alegres. Também não é para menos. Estão colocados entre os melhores das Américas. A conquista de medalhas de ouro e a soma de pontos no ranking, durante os Jogos Parapanamericanos de 2003, garantiram a cinco mesatenistas brasileiros o passaporte direto para Atenas. Entre as 11 vagas nominais que o Brasil possui para os Jogos Paraolímpicos, cinco são do tênis de mesa e as outras 86 serão preenchidas conforme os resultados da principal competição nacional do ano: os Jogos Paraolímpicos do Brasil, com data marcada para maio. Depois das vagas garantidas, vieram os treinamentos, e agora, com o apoio do Comitê Paraolímpico Brasileiro, acontece a busca de uma maior pontuação no ranking. Os jogadores estão indo para a Holanda e disputarão o 1º Campeonato Europeu de Tênis de Mesa, entre 22 e 26 de abril, na cidade de Emmen. O Comitê Paraolímpico Brasileiro resolveu enviar a comitiva para a competição, pois quanto mais pontos os mesatenistas conquistarem nestes jogos, menos chances eles terão de cruzar com os seus principais adversários na Paraolimpíada. O Aberto contará com alguns dos melhores mesatenistas do mundo e com a participação de 19 países. Muitos dos atletas, principalmente europeus, também já estão classificados para os Jogos Paraolímpicos e são potenciais adversários do Brasil. Nosso país leva Iranildo Espíndola (Brasília), Cristovam Jaques (Brasília), Luiz Algacir Silva (Curitiba), Ivanildo Freitas (São Paulo) e Roberto Alves (Goiânia), que conquistaram suas vagas no último Parapanamericano disputado em Brasília, quando os quatro conseguiram a medalha de ouro em suas categorias. Já Roberto Alves, se classificou para Atenas devido a sua colocação no ranking. Responsáveis pela delegação: Chefe – Dr. Marcelo Leitão; Técnicos – Benedito Oliveira e Celso Toshimi

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais