Tudo azul em 2004

0

Comentário de Raniel de Jesus
Jogando neste domingo pela manhã no Ginásio de Esportes Constâncio Vieira a equipe do Real Moitense da cidade de Moita Bonita obteve uma vitória incontestável contra o São José de Pinhão pelo placar de 8 x 5, conquistando assim, o título máximo do esporte da bola pesada este ano. Num jogo que começou com a temperatura altíssima, a equipe do São José partiu com tudo pra cima do adversário haja vista, só a vitória interessava ao time de Pinhão, já que havia perdido o primeiro jogo da decisão.

O jogo foi todo tempo movimentado sempre com jogadas de alto nível agradando em cheio ao público que compareceu para prestigiar o espetáculo. As torcidas das 02 equipes deram um verdadeiro Show, com destaque para torcida de Moita Bonita que estava em maior quantidade e parecia acreditar mais em sua equipe. O primeiro tempo acabou com o placar de 5 X 1 para o Real Moitense, muitos gols mas também muitas faltas, foram 20 no total, mostrando que foi um jogo pra lá de acirrado.

 

O Segundo tempo começou e logo nos primeiro minutos Naldinho marcou 02 gols para equipe de Pinhão reabrindo assim as esperanças de conquistar um resultado positivo e partir para disputar o título nos pênaltis. Até aí tudo bem, partida disputada, muitas faltas, cartões amarelos, vermelhos, mas tudo normal, em seguida a equipe de Moita Bonita fez mais um gol e começou a provocar o adversário, principalmente o Atleta Jonathan dotado de um grande talento técnico mas de um temperamento nada condizente com um desportista, por outro lado os jogadores do São José que são mais experientes não souberam se conter e caíram na onda do adversário. Por volta dos 08 minutos do segundo tempo aconteceu o pior, uma confusão generalizada mais uma vez criada por Jonathan ofuscou o brilho da partida, entristecendo a todos os presentes. Foi preciso inclusive a intervenção Policial para conter os ânimos. Falar nisso, queremos parabenizar o trabalho dos Policiais que souberam acalmar os “valentões” com muita habilidade e maestria. 

 

Este fato isolado não tira o brilho do título da Equipe Azulina de Moita Bonita, mas queremos chamar a atenção dos seus dirigentes para o lamentável acontecimento, pois, poderia ter causado conseqüências irreparáveis. Ao atleta Jonathan que é um verdadeiro craque, aconselhamos a reflexão, coloque a cabeça no lugar e procure não cometer mais os mesmos erros, pois, você tem um futuro brilhante e não pode colocar tudo a perder por momentos impensados mesmo no calor de uma final, o valor do homem está no seu ponto de equilíbrio, pense nisso.

 

Os heróis de Moita Bonita durante a competição foram: Marcondes, Jonathan, Alex Maradona, Fabinho, Nildo, Ackes, Alexandre, Márcio, Leandro, Fanta, Léo, Jadson e Ademar. Técnico: Vagner. Preparador Físico: José Paz, destaque especial para Fabinho e Jonathan. Parabéns a toda nação azulina de Moita Bonita.

 

A arbitragem foi um capítulo à parte. Num jogo muito difícil de apitar a dupla Carlos Antonio o popular “Totó” e Edmo Oliveira, deu uma lição de técnica e bom senso, levando uma partida que se fosse mal conduzida, dificilmente chegaria ao final, parabéns a Federação Sergipana de Futsal pela escolha e pela organização. Completando o comando do espetáculo a dupla Elito e Ravinel esteve impecável na mesa.

 

Assim como no futebol onde a equipe do Confiança sagrou-se a campeão desta temporada, no futsal a agremiação Real Moitense da cidade de Moita Bonita também tem as cores azul e branca, com predominância para o Azul.

 

Completando o domingo festivo, o retorno dos Jogos da Primavera na sua XXI edição trouxe um colorido especial para cidade com uma movimentação constante dos estudantes de um ginásio para outro onde iriam disputar os seus jogos. Não temos dúvidas que esta é maneira que se devem tratar as crianças e os adolescentes proporcionando-lhes atividades saudáveis e prazerosas, tirando-os da ociosidade nos seus horários vagos, parabéns ao Governo do Estado pela iniciativa.

 

Não só os colegiais, mas nós também rodamos alguns ginásios esportivos lembrando do nosso tempo de estudante, chegando na Associação Atlética nos deparamos com um jogo de futsal que chamou a nossa atenção pelo nível técnico dos alunos-atletas e a disciplina das equipes. O Colégio Graccho e o Colégio Lavoisier fizeram uma partida bastante disputada, mas não houve se quer uma deslealdade por parte dos atletas, mostrando assim a cara dos seus comamdantes. No final deu Graccho, 1 X 0 e alunos e professores se confraternizaram numa demonstração de respeito e ética, parabéns aos Professores Neverson do Graccho e Ezequias Neto do Lavoisier.

 

 

 

Por: Raniel de Jesus Pereira

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais