Acusações de Agamenon repercutem na Assembleia

0
Goretti Reis: palavreado vulgar (Fotos: Cássia Santana/Portal Infonet)

Repercutiu na Assembleia Legislativa o posicionamento do vereador Agamenon Sobral (PP) ao associar as enfermeiras a profissionais do sexo. Na manhã desta quinta-feira, 29, a deputada Goretti Reis (DEM) usou a tribuna para repudiar a postura de Agamenon Sobral e anunciou que, como profissional de enfermagem, também prestará queixa crime na Delegacia de Polícia, por injúria, calúnia e difamação, contra o parlamentar de Aracaju. “Como enfermeira, eu também me senti ofendida”, declarou Reis.

Para Goretti Reis, o vereador de Aracaju usou “palavreado vulgar para denegrir os profissionais da área de saúde”. Durante o pronunciamento, a deputada reproduziu o áudio da entrevista concedida pelo vereador a uma emissora de rádio na qual Agamenon deixa claro que tinha conhecimento que médicos abandonavam o posto de trabalho e se dirigiam a motéis com as enfermeiras.

Os deputados Ana Lúcia Menezes e João Somariva Daniel, ambos do PT, se solidarizam com a parlamentar. A deputada Ana Lúcia prometeu trazer denúncias graves contra o vereador de Aracaju a partir de supostos processos administrativos que tramitam no poder público estadual contra o parlamentar. “Já pedi informações sobre o processo ao Detran e vou usar a minha imunidade parlamentar para fazer as denúncias contra o vereador. Ele está pregando a bárbarie”, bradou a parlamentar, numa referência às denúncias feitas pelo vereador conta sindicatos e profissionais do ensino e, mais recentemente, contra as classes médica e da enfermagem.

Câmara

Ana Lúcia promete trazer denúncias contra Agamenon

A postura de Agamenon Sobral encontrou resistência até entre os vereadores de Aracaju. O vereador Josenito Vitale, o Nitinho (DEM) reagiu cobrando uma postura oficial da presidência da Câmara Municipal de Vereadores sobre as acusações feitas pelo vereador Agamenon Sobral. “Como gestor da casa, o presidente tem que dar uma declaração pública sobre isso”, observou Nitinho. “O vereador [Agamenon] teve uma infelicidade grande, foi muito ruim para ele, como parlamentar e o presidente precisa convidar todos os vereadores para uma discutir o assunto e chamar pela ordem”, considerou Nitinho.

Já o vereador Roberto Morais (PR) não aprova, mas também não reprovou a postura do vereador Agamenon Sobral. “Ele não feriu o decoro parlamentar, não há o que discutir”, resumiu.

O Portal Infonet tentou ouvir o vereador Vinícius Porto (DEM), presidente do Legislativo Municipal, mas não obteve êxito. O Portal Infonet permanece à disposição. Informações devem ser encaminhadas por e-mail jornalismo@infonet.com.br ou por telefone (79) 2106 – 8000.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais