Albano reclama da vazão de Xingó

0

Deputado Albano Franco / Foto: Arquivo
O deputado Albano Franco manifestou sua preocupação com uma possível redução da vazão da barragem de Xingo para menos de 1.300 metros cúbicos por segundo na audiência pública realizada com o ministro Edison Lobão, das Minas e Energia, na última quarta-feira, 23, promovida pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio, por iniciativa do deputado.

O fato é que o Operador Nacional do Sistema Elétrico, como forma de colocar as inúmeras usinas termoelétricas em funcionamento que estão ociosas, tenciona diminuir a geração de Xingó, conseqüentemente reduzindo ainda mais a razão para menos de 1.300 metros por segundo. Além de se constituir numa troca de energia limpa e barata por uma energia mais cara e poluente, a redução da vazão implicará em conseqüências ambientais aianda mais danosas à calha do Rio São Francisco, que é, disparadamente, a mais importante fonte hídrica de Sergipe.

Albano Franco aproveitou a audiência pública para, mais uma vez, reivindicar ao ministro Edison Lobão a instalação da primeira usina nuclear do Nordeste em Sergipe. O ministro não disse nem que sim nem que não, adiantando que os estudos para a sua localização estão em processo de realização para uma posterior decisão que naturalmente será política. Levará a usina o Estado que tiver os maiores trunfos junto ao presidente Lula. E com ela mais de US$ 8 bilhões em investimentos.

Por Ivan Valença

Comentários