Ana Lucia denuncia ameaças sofridas por conselheiro da Barra

0

Deputada Ana Lúcia
A deputada estadual Ana Lucia (PT) denunciou na tarde de hoje, 16, no uso da tribuna da Assembléia Legislativa, as ameaças sofridas pelo presidente do Conselho da Criança e do Adolescente do município de Barra dos Coqueiros. Após denunciar casos de irregularidades e desvio de dinheiro público, ele teve seu bar destruído no domingo passado quando alguns homens atearam fogo no estabelecimento comercial, prejudicando também outro trabalhador, uma vez que o fogo se alastrou e acabou também com o estabelecimento comercial vizinho.

Segundo a parlamentar, no domingo anterior cinco homens encapuzados já haviam assaltado o bar numa tentativa de intimidação. De posse dos relatos, na segunda-feira, 9, a deputada Ana Lucia procurou os setores cabíveis para cobrar providências. Esteve com o secretário de Segurança Pública do Estado, o comandante da Polícia, o Ministério Público Estadual, bem como o Fórum da Criança e do Adolescente e o Conselho Estadual da Criança e do Adolescente.

“As denúncias efetuadas são extremamente graves, pois referem-se ao transporte clandestino de crianças e adolescentes no município de Barra dos Coqueiros. Ele denunciou também todas as irregularidades sobre a construção do Conselho Tutelar no município e vem denunciando a má aplicação do recurso público na merenda escolar”, explica Ana Lucia.

Como representante do povo, a deputada petista cobra a apuração do ocorrido e exige a defesa da vida do presidente do Conselho. “Se está havendo irregularidades tem de ser denunciado mesmo. Se nossas crianças e adolescentes estão correndo risco de vida, tem de ser denunciado. É pra isto que existem os conselhos. É seu papel fazer o controle social”, fala.

Ela frisa que o senhor agredido não tem nenhuma militância política e que o conheceu na semana passada, diante das circunstâncias, por militar pelas causas da criança e do adolescente.

“Que sociedade democrática é esta onde um cidadão que está lutando pelo direito das crianças e adolescentes é ameaçado de morte? O que vemos é que, embora estejamos no processo de redemocratização, na prática a nossa cultura ainda é a do autoritarismo, onde a força maior é a força da arma. Como parlamentar, no meu governo, no governo que eu ajudei a eleger, eu exijo que estas articulações criminosas sejam combatidas. Não podemos aceitar que no Estado de Direito nossas lideranças sejam ameaçadas porque estão denunciando corretamente o desvio do dinheiro público O trabalhador tem de ter sua segurança garantida”, finaliza a deputada.

Fonte: Agência Alese

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais